PBM da CVS reduzirá em US$ 13,4 bi custos com medicamentos | Panorama Farmacêutico
Notícias do setor farmacêutico

PBM da CVS reduzirá em US$ 13,4 bi custos com medicamentos

0 283

A CVS Health anuncia a retirada de 16 produtos do portfólio de seu programa de benefícios de medicamentos para 2018, como parte de um projeto iniciado em 2012. O objetivo principal é reduzir custos com remédios que tenham opções alternativas no mercado. A companhia projeta uma economia de US$ 13,4 bilhões para seus clientes.

“Estamos trocando medicamentos quando há alternativas clinicamente apropriadas e de menor custo, com versões genéricas”, informou a CVS Health em comunicado oficial. “Para o próximo ano, estimamos que 99,76% dos pacientes do programa poderão permanecer em suas terapias atuais.” O PBM da CVS reúne mais de 31 milhões de usuários e, com a exclusão desses 17 medicamentos, haverá uma queda de custo mensal por usuário de US$ 121,12 para US$ 85,90 – uma redução de 29%.

O rol de remédios a serem excluídos abrange Doryx/Doryx MPC, Monodox, Follistim, Elelyso, Tanzeum, Sumavel Dosepro, Benicar/Benicar HCT, Effexor XR, Nuvigil, Seroquel XR, Zetia, Horizant, Jardiance, Synjardy/Synjardy XR, Dulera Hyalgan e Synvisc/Synvisc One. A PBM da CVS também anunciou um plano focado em benefícios e suporte para usuários que possuem indícios de obesidade, alguns tipos de câncer, como de pulmão e mama, ou complicações respiratórias mais graves.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.