Notícias do setor farmacêutico

Programa de controle ao tabagismo é debatido em Brasília

A equipe do Programa Estadual de Controle ao Tabagismo da Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com os municípios que disponibilizam na Atenção Primária, através do Sistema Único de Saúde (SUS), o tratamento para quem deseja parar de fumar, está alinhando as questões que envolvem a dispensação de remédios para os usuários, que serão discutidas na reunião sobre o Planejamento dos Medicamentos para o Tratamento do Tabagismo 2018, que será realizada no dia 13 deste mês, em Brasília.

Segundo Lívia Angélica da Silva, coordenadora do programa da SES, um dos tópicos abordados com os municípios são os cuidados para que não haja falta e nem desperdícios de medicamentos. “Realizamos reunião com representantes dos municípios, que contou com a participação da Assistência Farmacêutica e do Almoxarifado Central do Estado, para discutirmos fluxo de medicamentos e outras questões que serão levadas para o evento em Brasília. No próximo ano o Ministério da Saúde (MS) determinará novas diretrizes do Programa de Controle ao Tabagismo e precisamos debater sobre a dispensação para que não aconteça falta e nem sobra de medicamentos”, disse.

Metas para 2018

Uma das metas da Secretaria de Saúde para 2018 é implementar o Programa Estadual de Controle ao Tabagismo em mais municípios sergipanos. A coordenadora do programa conta que o Estado está fazendo um planejamento para aumentar a cobertura, o que, consequentemente, beneficiará mais pessoas.

“Uma das nossas metas para o próximo ano é implementar o programa na Atenção Básica de mais municípios. O tratamento, que conta com a assistência de uma equipe multidisciplinar, é realmente de qualidade e é muito importante para a erradicação do tabagismo”, ressalta a coordenadora Lívia Angélica da Silva. O Estado faz a capacitação dos profissionais da saúde que atuarão no Programa de Controle ao Tabagismo e distribui insumos e medicamentos, oriundos do Ministério da Saúde, para os territórios que ofertam o tratamento.

Fonte: Aqui Acontece

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.