fbpx

Pacientes estão há 3 meses sem tratamento de lúpus no AP

45

A titular da Coordenadoria de Assistência Farmacêutica (CAF), Carla Soeiro, explicou que a licitação para aquisição da medicação foi iniciada, mas teve que ser estendida.

O governo, segundo Carla, seguiu o pedido do Ministério Público Federal (MPF) para desclassificar de processos licitatórios fornecedores que já haviam sido notificadas por problemas constantes na distribuição de medicamentos.

“O processo já estava adiantado, já tinha sido feito a análise técnica, e quando veio a recomendação, a empresa que estava estava no processo já tinha sido notificada e ela foi desclassificada. A CPL teve que chamar o novo classificado. O processo está na última etapa, para homologação, e a previsão é de normalizar isso em até 30 dias”, explicou Carla.

A CAF informou ainda que o medicamento é difícil de aquisição, inclusive em processos de compra ele já foi dado como item fracassado (quando tem um preço ofertado mais elevado que a tabela nacional de preços de medicamentos), e como deserto (cujo item não teve proposta feita por fornecedor).

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1 AP ou por Whatsapp, nos números (96) 99178-9663 e 99115-6081.

Fonte: G1

Comentários
Carregando...