fbpx

Doze países árabes exigem vacinação de febre amarela

29

É preciso tirar o Certificado Internacional de Vacinação (CIV) para viajar para a Arábia Saudita, Argélia, Bahrein, Djibuti, Egito, Iraque, Jordânia, Líbia, Mauritânia, Omã, Somália e Sudão.

São Paulo – Doze dos 22 países árabes estão exigindo a Certificação Internacional de Vacinação (CIV) contra a febre amarela para entrada de estrangeiros que vivem em nações com risco da doença, inclusive o Brasil. São eles Arábia Saudita, Argélia, Bahrein, Djibuti, Egito, Iraque, Jordânia, Líbia, Mauritânia, Omã, Somália e Sudão.

No Brasil, para a emissão do Certificado Internacional de Vacinação contra a Febre Amarela é necessário ir pessoalmente a um dos postos listados (link abaixo) portando documento original com foto e o comprovante de vacinação original. O serviço é gratuito e o certificado tem validade por toda a vida.

Anvisa recomenda que se faça um pré-cadastro no site www.anvisa.gov.br/viajante para agilizar o atendimento.

Casos diminuíram

O Brasil registrou queda no número de casos de febre amarela. De acordo com balanço do Ministério da Saúde divulgado nesta quarta-feira (07), foram confirmados 353 casos e 98 mortes pela doença de julho de 2017 a 6 de fevereiro deste ano. No mesmo período do ano passado, foram confirmados 509 casos e 159 óbitos.

De acordo com o boletim, foram notificados em todo o País 1.286 casos suspeitos de febre amarela, sendo que 510 foram descartados e 423 permanecem em investigação.

“Os informes de febre amarela seguem, desde o ano passado, a sazonalidade da doença, que acontece, em sua maioria, no verão. Dessa forma, o período para a análise considera de 1º de julho a 30 de junho de cada ano”, informou a pasta.
Para ver a lista completa dos países que exigem a CIV, acesse http://www.who.int/ith/2017-ith-annex1.pdf?ua=1.

Para saber os locais onde você pode tirar a certificação internacional em São Paulo, acesse http://bit.ly/2ko5erZ.
*Com informações da Agência Brasil.

Fonte: Câmera Árabe TV

Comentários
Carregando...