fbpx

Uma a cada 10 mulheres tem contato com o HPV

40

O papilomavírus humano (HPV), um dos principais causadores de câncer de colo de útero, é um vírus que atinge as mucosas podendo causar lesões e verrugas nos órgãos genitais do homem e da mulher. Há estimativa de que uma a cada 10 mulheres tenham contato com o vírus na primeira relação sexual.

Segundo o ginecologista Marcelo Matias, do Hospital Universitário de Canoas, administrado pelo Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (GAMP), “as formas de contaminação do vírus HPV são múltiplas, incluindo relações sexuais, o contato com lesões ao nascimento ou durante a vida”.

Existem mais de 200 espécies de HPV, sendo que 150 delas já foram catalogadas por médicos. Uma das formas de prevenção ao HPV pode ser a vacina que previne contra 70% dos tipos de HPV que causam de câncer no colo de útero e 90% das verrugas vaginais. “A vacina é importante porque reduz o risco de câncer de colo uterino e também a presença de lesões precursoras, diminuindo o número de procedimentos para diagnóstico e tratamento ao longo da vida”, ressalta o ginecologista.

Em geral, o diagnóstico do HPV é dado através de exames de rotina, especialmente pelo citopatológico do colo uterino, já que o vírus pode não se manifestar clinicamente mesmo em pacientes portadoras. Exames como colposcopia também são capazes de identificar o HPV, uma vez que as lesões podem não ser vistas a olho nu.

O tratamento do HPV é feito com cremes imunoterápicos, a destruição das lesões através de laser, gelo seco ou ácido, além de tratamentos cirúrgicos como a conização de colo uterino, quando ocorrem lesões precursoras de câncer de alto grau.

Fonte: SIS Saúde

Comentários
Carregando...