Notícias do setor farmacêutico

Especialistas listam benefícios dos probióticos

5.349

Você provavelmente conhece uma boa quantidade de probióticos porque é algo que sempre ouvimos que devemos consumir para ter uma boa saúde. Mas você sabe exatamente por que deve tomar probióticos? Bem, existem muitas razões. Só os benefícios da variedade de probióticos existentes já é uma razão pela qual você deve incorporar suplementos ou alimentos em seu estilo de vida.

Estudos mostram que os probióticos podem ajudar a aliviar a ansiedade e a depressão. Esta reportagem foi mais fundo em tudo o que os probióticos têm o poder de fazer pela nossa saúde, por isso conversou com especialistas para obter as respostas.

probioticos
Foto: Urban Outfitters

O que são probióticos?

“O próprio nome é derivado do significado latino pro – para – e da palavra grega biotic,  que significa vida, explica Jeannel Astarita, especialista em cuidados com a pele e fundadora da Just Ageless NYC Wellness e Medspa. “Os probióticos são as bactérias úteis que vivem principalmente no intestino e desempenham um papel crucial na saúde geral, combatendo patógenos e fermento que levam a um sistema imunológico enfraquecido. Na verdade, 80% das células do sistema imunológico são encontradas no intestino. Além disso, são bem conhecidos os benefícios dos probióticos de minimizar o inchaço, o gás, a constipação e a diarreia. Os probióticos ajudam na digestão extraindo nutrientes, colaborando para que o corpo absorva minerais, produza vitaminas e químicos cerebrais, incluindo mais de 30 neurotransmissores, além de melhorar o humor com a serotonina. Uma pessoa saudável possui mais de 100 trilhões de micróbios, geralmente uma proporção de cinco para um de útil para prejudicial “.

A dermatologista Dendy Engelman também aponta o papel fundamental que os probióticos desempenham na saúde intestinal e no sistema imunológico do seu corpo. “Os probióticos são micro-organismos vivos que podem ajudar a prevenir e tratar algumas doenças”, explica. “Os probióticos podem criar ‘buracos’ em bactérias ruins e matá-las. Similar à forma como os antibióticos funcionam no tratamento da acne e da rosácea, os probióticos podem ajudar a combater os erros nocivos contra a inflamação. Em pacientes com acne e rosácea, micro-organismos vivos na pele são reconhecidos como estranhos pelo sistema imunológico do corpo. O sistema imunológico entra em ação para combater essa ameaça potencial, resultando em inflamação, vermelhidão ou choques comuns nessas condições de pele”.

microbiota-intestinal3.jpg

Probióticos têm um efeito positivo no sistema imune e de microbiomas do intestino

“Este ecossistema de bactéria é conhecido como nosso microbioma”, diz Jeannel. “Um microbioma saudável e equilibrado pode reduzir a pressão arterial, normalizar os níveis de colesterol, melhorar a saúde vaginal, urinária e renal, combater doenças cardíacas, alguns tipos de câncer e até mesmo demência. Muitos problemas crônicos de saúde e doenças inflamatórias são causados ​​por um microbioma danificado no qual as bactérias boas são invadidas pelas bactérias nocivas e não podem reforçar as paredes intestinais, o que resulta em aumento da permeabilidade intestinal, fazendo com que bactérias e toxinas escapem através dos intestinos para o fluxo sanguíneo, desencadeando uma resposta imune ao sistema, uma inflamação que é parte do ciclo de cura natural do nosso corpo”. Consumir probióticos regularmente reduzirá o risco disso acontecer.

“O conceito é que, se tivermos um ambiente intestino insalubre e desequilibrado, as toxinas podem ser liberadas na corrente sanguínea e causar inflamação em todo o corpo”, acrescenta Dendy. “Esta mudança na flora intestinal e a inflamação subsequente podem causar uma explosão na pele daqueles que estão predispostos a acne, eczema ou rosácea”.

Amy Shapiro, fundadora e diretora da Real Nutrition, com sede em Nova York, discute o efeito que os probióticos têm sobre problemas do sistema imunológico. “Os probióticos competem com micro-organismos patogênicos e produzem produtos químicos que inativam ou matam agentes patogênicos”, diz, acrescentando: “Eles ajudam a prevenir doenças imunomediadas*, melhorando o sistema imunológico da mucosa intestinal. Em geral, os probióticos protegem o corpo das infecções e permitem que o corpo mantenha a homeostase”.

Ajudam o sistema imune do corpo

“Os probióticos aplicados topicamente fixam-se na superfície da pele e impedem as células de ver as bactérias e parasitas ruins que podem causar uma resposta do sistema imunológico”, confirma Dendy. “Isto é conhecido como  ‘interferência bacteriana’, pois os probióticos protegem a pele e interferem na habilidade de erros como bactérias e parasitas que provocam uma reação imune. Quando determinados tipos de probióticos são colocados em contato com células da pele, eles acalmam as partes das células que podem querer reagir à presença de bactérias ruins que vêem como uma ameaça. Esses sinais saudáveis produzidos pelos probióticos impedem as células da pele de enviar mensagens de ‘ataque’ para o sistema imunológico que resultam na expansão da acne ou rosácea “.

Melhoram o funcionamento digestivo

“Os probióticos combatem constipação, diarreia, colite, síndrome do intestino irritável, dor abdominal, doença de Crohn e flatulência”, diz Amy. “Os probióticos trabalham para aumentar o número de células de imunoglobulina e células produtoras de citocinas no intestino. Eles melhoram a população de bactérias saudáveis no trato gastrointestinal, repopulando o intestino para ajudar com a digestão”.

Melhoram o desempenho atlético

“Os probióticos aumentam a absorção de nutrientes para que as células musculares tenham uma melhor base nutritiva”, explica Amy. “Esses nutrientes, em seguida, permitem um melhor tempo de recuperação fazendo com que o desempenho aumente ao longo do tempo”.

274172_573153_saiba_como_se_livrar_da_acne_web_

Aliviam problemas de pele

“A pele e o intestino estão de mãos dadas”, enfatiza Amy. “Uma vez que os probióticos ajudam a melhorar o microbioma intestinal e a reduzir a inflamação, as condições da pele também melhorarão. Ao manter uma dieta saudável e completa, as condições da pele melhoram ao longo do tempo. Quando o intestino não está bem, outras partes do corpo também começam a ter problemas e tornam-se tóxicas. Com os probióticos, seu intestino torna-se mais saudável e, portanto, seus problemas de pele começam a desaparecer”.

Auxiliam na prevenção de rugas

“Probióticos e bactérias boas no intestino ajudam a eliminar as toxinas que podem causar sinais iniciais de envelhecimento”, explica Amy. “Eles podem liberar o corpo desses radicais livres e ajudar a prevenir rugas precoces”.

Espere algumas semanas para ver o resultado

“Uma boa regra é 12 semanas”, explica Dendy. “Um estudo coreano recente com 56 pacientes com acne descobriu que beber uma bebida láctea fermentada com Lactobacillusefetivamente reduziu a contagem total de lesões e diminuiu a oleosidade ao longo de 12 semanas”.

“Dentro de 30 dias após a suplementação você pode aproveitar os benefícios da melhora das condições inflamatórias da pele e redução da depressão e da ansiedade relacionadas ao estresse”, diz Jeannel. “No entanto, não pense que a chave para uma boa saúde reside em uma pílula. Fortaleça seu microbioma com escolhas de estilo de vida inteligente para ter o máximo benefício em sua saúde”.

salada com figo e folhas verdes
Foto: Stocksy

Falando em escolhas saudáveis e estilo de vida, Amy acredita firmemente primeiro em obter probióticos por meio dos alimentos. Em seguida, adicione um suplemento, se necessário ou em momentos em que deseja aumentar seu sistema imunológico. Abaixo estão os alimentos probióticos favoritos dela de todos os tempos e os benefícios para a saúde de cada um.

traditional-napa-cabbage kimchi
Foto: Epicurius

Kimchi**: “Um prato de vegetais coreano fermentado com estirpes de bactérias de ácido lático, como Lactobacillus brevi, que ajuda a curar seu intestino e pode mesmo promover a perda de peso”.

chucrute pinterest

Chucrute***: “Rico em bactérias que impulsionam o sistema imunológico e a flora intestinal saudável. As bactérias nas folhas de repolho fermentam os açúcares naturais em ácido lático. O chucrute também é rico em vitamina C”.

iStock kombucha

Kombucha: “Fermentado com bactérias e leveduras conhecidas como scobi. Pode prevenir a levedura de candidíase intestinal, promove a digestão e o influxo de boas bactérias”.

iogurte

Iogurte: “Repleto de bactérias que ajudam o intestino. Os micróbios no iogurte alteram a lactose, o açúcar natural encontrado em produtos lácteos, permitindo que o leite engrosse e aumente o ácido lático. Evite os açucarados e compre o produto de sabor natural com culturas vivas”.

kefir

Kefir: “Pode reduzir a inchaço e o gás que é provocado pelo consumo de produtos lácteos. As bactérias nesta bebida de leite fermentada foram colonizadas no trato intestinal, o que proporciona benefícios curativos ao intestino”.

Misso fundo branco

Missô: “O fungo encontrado no missô, como a sopa que você recebe em um restaurante japonês ou a pasta que você encontra nos supermercados, estimula o sistema digestivo e apóia o sistema imunológico”.

*Termo usado para descrever uma situação na qual o sistema imune ataca o corpo, causando uma doença.

**O mais tradicional dos alimentos coreanos. Faz parte de todas as refeições, diárias. É um acompanhamento feito com vegetais fermentados em um molho bastante apimentado. Existem mais de cem tipos diferentes de Kimchi mas um dos mais populares é o de acelga. Não indicado para quem tem SII.

Fonte: De Repente 50

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })