Notícias do setor farmacêutico

Farmácia é notificada por proteger cães

480

A prefeitura de Cianorte (a aproximadamente 70km de Maringá) notificou a farmácia DrogaRaia, unidade da avenida Goiás, sobre duas casinhas para cachorros de rua que estão na calçada ao lado do estabelecimento. “Cuidamos das cachorrinhas, damos ração, água e os clientes também trazem doações para elas”, anuncia a balconista da loja Lilian de Souza Bessa, que cuida dos animais.

A prefeitura informa que não pediu a retirada, só notificou para que os animais não quem dentro do estabelecimento. Bessa diz que foi pedida a retirada dos cães e que eles manterão os animais e as casinhas. A medida foi baseada em reclamação de morador próximo e revoltou pessoas que gostam de animais de estimação. Foi até criado um abaixo assinado virtual no Facebook pedindo a manutenção dos abrigos para as cachorrinhas comunitárias Mel e Belinha. Já são mais de mil assinaturas e mais de 1,2 mil compartilhamentos. Mel cou famosa virando notícia estadual no ano passado por ser adotada como cão comunitário.

As duas cachorras são vacinadas, recebem acompanhamento veterinário, não tem histórico de violência ou ataque às pessoas e não ficam dentro do estabelecimento. Pelo contrário, são dóceis e recebem afagos diários de clientes e de quem passam pelo local. No abaixo-assinado está anunciado que as casinhas para Mel e Belinha estão amparadas na Lei Estadual do Paraná 17.422/2012 e na Lei Municipal de Cianorte 4.597/2015, que estabelecem proteção ao Cão Comunitário. Castração O cuidado municipal com animais de rua em Cianorte é polêmico. Há debates sobre a castração de animais de rua, entre outras cobranças da comunidade e de ONGs protetoras. No post sobre o abaixo-assinado há mais de 320 comentários.

A maioria criticando a prefeitura e defendendo a farmácia e os animais. Sobrou até para a Vigilância SanitáriaLink Quem quiser assinar o abaixo-assinado, pode acessar o link: bit.ly/2GfBFES que devia cuidar de outros supostos problemas da cidade. Como o mau cheiro que toma conta de bairros e não se sabe a origem e nenhum procedimento é tomado. Também há comentários sobre fiscalização em creches, mercados, coleta de lixo, IPTU, entre outras situações denunciadas por moradores. “Ô povo sem amor com os bichinhos, co indignada com isso”, reclama Rodes Rodrigues. Resposta A prefeitura de Cianorte enviou uma nota ao jornal O Diário: “O Código de Posturas do Município de Cianorte (Lei nº 2.749/2006) veda criar ou conservar em estabelecimento comercial qualquer animal que possa ser causa de insalubridade. Além disto, no dia 27 de novembro, uma cidadã protocolou denúncia junto à Ouvidoria Municipal do SUS, reclamando que os cães ficam na porta de entrada da drogaria, deitados sobre os tapetes, o que, segundo a reclamante, estaria acarretando em sujeira e riscos de tropeços e quedas dos clientes.

Diantedisto, a Vigilância Sanitária notificou o estabelecimento, solicitando que tomeprovidências no sentido de não permitir que os cães permaneçam no seu interior.É importante ressaltar que em nenhum momento a empresa foi multada ou foirequerida a retirada dos cães e das casinhas da calçada”.

Fonte: O Diário

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.