Notícias do setor farmacêutico

Setor de beleza cresce 2% e não recupera margens

857

Acostumados a crescer em ritmo mais acelerado, os fabricantes de itens de higiene pessoal e cosméticos enfrentaram um ano difícil em 2018. O faturamento avançou cerca de 2% e ficou bem mais difícil aumentar os preços. A inflação dos produtos de higiene encerrou o ano com queda de 3,2%, na contramão do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que subiu 3,75%. “O período foi desafiador porque não recuperamos as margens”, disse o presidente executivo da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal e Cosméticos (Abihpec), João Carlos Basilio.

Em 2017, o setor teve expansão de 5,8% e no anterior, de quase 4%. Para este ano de 2019, a estimativa é de um crescimento nominal das vendas de 4,1%, a R$ 50,43 bilhões. Basilio afirmou que apesar da melhora nas projeções, “o setor está cauteloso com o futuro”. A americana Procter & Gamble (P&G) já notou o reaquecimento da economia no quarto trimestre e está otimista para a manutenção do cenário. Seu diretor de inteligência de mercado, Marcos Bauer, disse que o país tem os elementos necessários para continuar no caminho da recuperação. No fim de 2018, a companhia obteve bom desempenho na categoria de escovas de dentes, com a marca Oral B.

O executivo comentou que períodos sazonais, como o de verão, trazem perspectivas positivas e oportunidade para que o consumidor troque um produto atual por outro de categoria superior, como na linha de cuidados bucais. Bauer disse que a P&G está pronta para absorver o crescimento do mercado previsto para este ano, principalmente com a inauguração do centro de inovação da América Latina, em São Paulo, nos próximos meses. “Lançaremos produtos de forma mais assertiva em segmentos como os de cabelo e pele”. Na categoria de perfumaria, a segunda maior do setor, a entidade – que reúne empresas como Natura, Johnson & Johnson, Avon, Colgate-Palmolive, Grupo Boticário, Unilever e Kimberly-Clark – estima que o crescimento nas vendas dos fabricantes foi de 8,1% em 2018 e alcançará 10,7% neste ano, conforme projeção dos associados em outubro.

Líder na venda de perfumes no Brasil, o Grupo Boticário registrou expansão de 7% no faturamento do ano passado, para R$ 13,1 bilhões, o que abrange as marcas Eudora, quem disse, berenice?, Vult, Multi B, The Beauty Box e O Boticário. Em dezembro, o presidente Artur Grynbaum afirmou que “2018 foi desafiador e 2019 também não será fácil”, mas está otimista. No Grupo Cless, dono de marcas como Charming, Lightner e Care Liss, o planejamento é que as vendas sejam 20% maiores neste ano.

Em 2018, totalizaram R$ 268 milhões, avanço de 12% na comparação anual, disse Luiz Piccoli, fundador e presidente da companhia que adquiriu a Opus Cosméticos. “Os destaques no desempenho no ano passado foram descoloração e fixação para cabelos, higiene e tratamento capilares, obtidos após a aquisição realizada em maio do ano passado. Também estamos aproveitando as sinergias na categoria de toalhas e lenços umedecidos”, disse Picolli. A carioca Lola Cosmetics, fundada por Dione Vasconcellos, vendeu 15% a mais no ano passado e acredita que o desempenho será entre 18% e 20% maior neste ano.

A expansão será sustentada em parte pela ampliação dos canais de venda, chegando a redes de vestuário como C&A e Marisa, além das lojas virtuais Amazon e Beleza na Web. “Queremos aumentar as exportações vendendo para o México, Peru, Chile e Angola. Atendemos a Europa a partir de um distribuidor parceiro em Portugal. Além disso, entraremos na categoria de produtos para bebês e crianças”, disse Vasconcellos. Neste ano, a marca começou a vender maquiagem nas lojas-conceito. Fatia de 80% das vendas é de itens para cabelo.

Fonte: Valor Econômico

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })