Notícias do setor farmacêutico

Novartis lança aplicativo que auxilia pacientes e médicos no controle de doenças crônicas de pele

495

 

Com o objetivo de auxiliar pacientes e médicos no controle de doenças de pele, como a psoríase e a urticária crônica espontânea, a Novartis lança o aplicativo Bem Estar, uma tecnologia que auxilia no diagnóstico, permite o acompanhamento assertivo do desenvolvimento da doença e evolução do tratamento.

Funcionando como um diário de sintomas, o app permite a criação de um histórico compartilhado entre paciente e médico, que inclui registros de fotos de lesões e crises, listagem de medicamentos e testes periódicos para avaliação de quadro clínico.

Para psoríase são disponibilizados os testes de Índice de Qualidade de Vida em Dermatologia (DLQI), que aponta o impacto da doença no dia a dia, e o Índice de Área e Gravidade da Psoríase (PASI), que avalia a área comprometida e a intensidade dos sintomas da psoríase. Já para pacientes com urticária crônica, além do DLQI, o aplicativo conta com duas calculadoras para avaliação dos sinais e sintomas da urticária (UAS7) e também do angioedema, que são inchaços nas camadas mais profundas da pele.

Com base em todas as informações adicionadas no app, é possível gerar um relatório e enviar diretamente para o médico, queterá acesso detalhado à evolução da doença, com base em análise gráfica e de dados, fundamentais para a avaliação da efetividade do tratamento.

O aplicativo está disponível para Android e IOS.

Sobre a Psoríase

Aproximadamente três milhões2 de brasileiros sofrem com os sintomas da psoríase, doença de pele crônica e inflamatória que tem origem quando o próprio organismo faz com que células da pele comecem a se renovar mais rápido que o normal, causando lesões avermelhadas, coceira, descamação e dor1,2. O efeito da psoríase na qualidade de vida tem se mostrado semelhante ao de patologias como o câncer, doenças cardíacas, artrite, diabetes tipo 2 e depressão.3

Sobre a Urticária Crônica

Ao menos 20% da população terá pelo menos 1 episódio de urticária em algum momento da vida. Existem diversos tipos de urticária.4 Na maior parte dos casos, as crises são agudas e desaparecem em menos de 6 semanas, sem deixar marcas ou cicatrizes.4 No entanto, na urticária crônica, elas chegam a durar seis semanas ou mais e podem prolongar-se por anos.5-8Outro agravante é que de 66-93% das urticárias crônicas surgem de forma espontânea, ou seja, acontecem sem que se encontre qualquer fator externo desencadeante, dificultando o diagnóstico e tratamento, principalmente nos casos onde os pacientes não respondem aos anti-histamínicos.

Fonte: Rede Press

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })