fbpx

Farmácia-Escola fará testes rápidos de Aids, sífilis e hepatites

Equipe passou por treinamento, ontem. Serviço será disponibilizado a partir de dezembro

183
Treinamento: profissionais da Saúde e estudantes participaram da capacitação, na tarde de ontem, no SAE – Lidiane Mallmann

Lajeado – A Secretaria de Saúde de Lajeado vai ampliar a rede de prevenção para a Aids, sífilis e hepatites com a realização de testes rápidos na Farmácia-Escola. Ontem à tarde, a equipe recebeu treinamento no Serviço de Atendimento Especializado (SAE). Além de qualificar os profissionais que ficarão responsáveis pelos exames, a capacitação também reuniu estudantes da área da Saúde da Univates para conscientização.

“Toda a unidade da área, desde que tenha trabalhadores treinados, pode fazer o exame. É necessário aumentar a oferta, para que mais pessoas tenham facilidade em acessar os serviços. Quanto mais pessoas busquem o exame, melhor será o nosso trabalho de prevenção e de diagnóstico precoce para o tratamento. Na Farmácia, o farmacêutico poderá fazer a coleta do material para a análise”, afirma a coordenadora do SAE, Waldirene Bedinoto.

De acordo com ela, a inclusão da Farmácia-Escola no serviço não altera o funcionamento ou exclui o procedimento nas demais unidades. “Os exames continuam funcionamento, normalmente, nos postos e no SAE.”

A primeira experiência dos profissionais do estabelecimento com os exames será, dia 1° de dezembro, em ação conjunta com SAE, para celebrar o Dia Mundial de Luta Contra a Aids. Após a data, os testes serão realizados de segunda a sexta-feira, no horário de atendimento da Farmácia-Escola. A unidade atenderá a população pelo sistema de livre demanda.

As doenças
As três enfermidades que são diagnosticadas pelos testes rápidos, a Aids, sífilis e hepatites, eram conhecidas como Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s). No entanto, o Ministério da Saúde alterou a nomenclatura para Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) , porque destaca a possibilidade de uma pessoa ter e transmitir uma infecção, mesmo sem sinais e sintomas.

A Aids é causada pelo vírus HIV. Como ataca as células de defesa do corpo, o organismo fica vulnerável a diversas doenças – de um simples resfriado a infecções mais graves como tuberculose ou câncer. Entre as principais formas de prevenção, está o uso do preservativo e o não compartilhamento de seringas.

Já a sífilis é uma doença infecciosa causada pela bactéria Treponema pallidum, que pode se manifestar em três estágios. Os maiores sintomas ocorrem nas duas primeiras fases, período em que a doença é mais contagiosa. O terceiro estágio pode não apresentar sintoma e, por isso, dá a falsa impressão de cura da doença. A enfermidade pode ser transmitida pelo sexo sem camisinha com alguém infectado, por transfusão de sangue contaminado ou da mãe infectada para o bebê durante a gestação ou o parto.

Em relação à hepatites, ela designa qualquer degeneração do fígado por causas diversas, sendo as mais frequentes as infecções pelos vírus tipo A, B e C e o abuso do consumo de álcool ou outras substâncias tóxicas (como alguns medicamentos). O tipo A é transmitido por água e alimentos contaminados ou de uma pessoa para outra. Os vírus da hepatite tipo B (HBV) e tipo C (HCV) são transmitidos por meio do sangue. Usuários de drogas injetáveis e pacientes submetidos a material cirúrgico contaminado e não-descartável estão no grupo de risco.

Fonte: O Imformativo

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies