fbpx

Vacina de febre amarela deve ser tomada dez dias antes da viagem

107

Diante da expansão de casos de febre amarela registrados neste ano no Brasil e das recentes mortes de macacos por causa do vírus em São Paulo, vale relembrar que a vacina para a prevenção da doença é exigida de turistas em 135 países.

A dose deve ser aplicada ao menos dez dias antes do embarque. Na América do Sul, é preciso comprovar a vacinação para entrar na Bolívia, na Colômbia, no Equador, na Guiana, na Guiana Francesa, no Paraguai e no Suriname (veja a lista dos 135 países em viajante.anvisa.gov.br ).

A comprovação deve ser feita por meio do Certificado Internacional de Vacinação, que é gratuito e emitido em postos cadastrados pela Anvisa, somente com a viagem marcada. O documento não vence e deverá ser checado antes do embarque para o destino final. Já a vacina é aplicada gratuitamente em postos públicos sem que seja necessário levar comprovante da viagem. Em clínicas privadas de São Paulo, a dose custa cerca de R$ 200. Desde 2016, a vacina não precisa ser reaplicada a cada dez anos –mesmo que tenha sido tomada antes do ano passado.

Agente de saúde prepara vacina contra a febre amarela

Fonte: Folha Online

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies