fbpx

Prefeitura fecha farmácia pública no Itanhangá e moradores protestam

97
Moradores protestam contra fechamento da farmácia
Moradores protestam contra fechamento da farmácia | Divulgação

O final da tarde de hoje foi marcado por mais um protesto contra a gestão do prefeito Marcelo Crivella na saúde municipal. Ao contrário dos atos que começaram pela manhã e que foram organizados por médicos e enfermeiros de Saúde da Família, este foi mobilizado por moradores. Todos temem ficar sem a farmácia pública instalada na comunidade Sítio Pai João, na região do Itanhagá, na Zona Oeste do Rio. O serviço também atende moradores das comunidades vizinhas Tijuquinha, Muzema e Rio das Pedras – aréa do Centro Municipal de Saúde (CMS) Itanhangá.

No fim da tarde, dezenas de moradores caminharam pelo bairro com cartazes contra o fechamento do serviço. Os problemas começaram no início do mês, quando um cartaz foi colocado no centro de saúde do bairro informando o fechamento da farmácia (abaixo).

Comunicado anuncia fechamento da farmácia. SMS diz que não autorizou colocação do cartaz
Comunicado anuncia fechamento da farmácia. SMS diz que não autorizou colocação do cartaz | Divulgação

Apesar do protesto e da revolta dos moradores, a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde do Rio diz que a farmácia não fechou. O segundo secretário da associação de moradores da Muzema, Vitor Marçal, rebare a afirmação da prefeitura.

– A farmárcia não funcionou hoje. Está prevista para retornar nesta quarta, que é feriado. Eles enviaram um comunicado por telefone, informando à dona Maria Vanderleia (representante da comunidade Sítio Pai João) que manterão a farmácia funcionando – conta Marçal.

O vídeo abaixo, feito pelo repórter Wernon Presley, comunicador da região, é possível ver a farmácia fechada e a convocação para o protesto que aconteceu hoje.

Ao Blog Emergência, a assessoria de comunicação da secretaria afirmou que “não há orientação da SMS para a colocação de cartazes com essas informações” e que a farmácia “funciona segundas, quartas e sextas”.

Fonte: O Globo

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies