fbpx

Funcionários da J&J entram em greve em São José dos Campos

158

 

Funcionários da Johnson & Johnson entraram em greve na tarde desta segunda-feira (4) em São José dos Campos. A paralisação foi decidida na entrada do 2° turno, em assembleia na frente da empresa. A Johnson & Johnson afirma que a paralisação é parcial.

De acordo com o Sindicato dos Químicos, cerca de quatro mil trabalhadores da empresa cruzaram os braços por tempo indeterminado em reivindicação “por aumento real, abono, não aplicação da reforma trabalhista e da terceirização irrestrita”.

O sindicato informou que a empresa propôs aumento de 1,83%, o que foi rejeitado. Os trabalhadores reivindicam aumento de 4% e abono salarial de R$ 2 mil.

Os representantes da categoria informaram ainda que a greve foi deflagrada por não haver avanços na negociação em pontos como “percentual de desconto do transporte e da alimentação, a não aplicação da reforma trabalhista e da terceirização na atividade-fim, o combate ao assédio moral e aumento real”.

O movimento será votado também com os trabalhadores do 3º, hoje, às 21h30, e na terça-feira (5) com o 1º turno, às 5h30.

A Johnson & Johnson informou que a unidade está parcialmente paralisada “com dificuldades para acesso de funcionários, fornecedores e visitantes em geral”.

A empresa afirma também que mantém “diálogo com todas as classes representativas e com seus funcionários e não medirá esforços para buscar uma solução negocial”.

Fonte: G1 SP – Vale do Paraíba

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies