fbpx

Jogar futebol melhora saúde cardiovascular

49

Melhora da aptidão física e prevenção de doenças são alguns benefícios de praticar atividade física regularmente. Treinos de musculação e aeróbicos comprovadamente melhoram a saúde cardiovascular e a aptidão musculoesquelética. No entanto, não haviam dados de se os esportes conseguiriam o mesmo impacto positivo.

Em 2015, estudos destacaram que tanto o futebol quanto a corrida trazem benefícios para a saúde. E, agora, um novo estudo, publicado no British Journal of Sports Medicine, concluiu que treinar futebol é eficaz e melhora a saúde cardiovascular, metabólica e musculoesquelética.

Praticar exercícios pode deixar sua gordura mais saudável

Treinar em jejum ajuda a queimar gordura e emagrecer?

Praticar exercícios em grupo é melhor do que treinar sozinho

No estudo, os pesquisadores avaliaram homens e mulheres não treinados com idades de 18 a 75 anos. Eles foram submetidos a seis meses de treinos de futebol com duração de uma hora durante duas vezes por semana.

O resultado foi melhora na aptidão física, redução de gordura corporal, colesterol LDL (ruim) e diminuição da pressão arterial –nos pacientes com hipertensão leve a moderada.

“Os resultados enfatizam claramente que o treinamento de futebol é intenso, eficaz e versátil, pois combina HIIT, resistência e força”, explica Peter Krustrup, um dos autores do estudo e professor e chefe da Unidade de Pesquisa em Ciências do Esporte e da Saúde da Universidade do Sul da Dinamarca.

De acordo com os pesquisadores, o treinamento de futebol a curto prazo é tão eficaz quanto medicamentos contra a pressão arterial elevada e tão efetivo quanto o treinamento HIIT em termos de aumento da aptidão aeróbica. “Esse treinamento diminui o risco de doenças cardiovasculares em mais de 50% e pode reduzir consideravelmente o risco de morte”, fala Krustrup.

No estudo, o tipo de treino de futebol feito não era exatamente o jogo competitivo que vemos na televisão. Apelidado de “Football Fitness”, a modalidade consiste em um aquecimento completo, com exercícios de força, equilíbrio e drible, seguidos de jogos com pouco tempo de duração. É que os treinos menores só tem 1/5 do risco de lesão em comparação aos jogos mais longos.

Segundo os pesquisadores, esse tipo de partida pode ser jogado por todos, independentemente da idade, sexo, nível de experiência de futebol e aptidão física.

Fonte: UOL Notícias

Comentários
Carregando...