fbpx

Startup brasileira vence desafio latino-americano de empreendedorismo em saúde

161

Com um protótipo de teste genético para saúde bucal, que busca a detecção de bactérias associadas a cáries dentárias e doenças periodontais, a Scheme Lab, startup que atua no segmento de diagnóstico molecular, foi anunciada como a vencedora de um desafio realizado entre startups de toda a América Latina. O desafio foi feito pela Janssen, empresa farmacêutica da Johnson & Johnson, em parceria com o movimento 100 Open Startups. O teste a ser desenvolvido pode ser utilizado para detecção de doenças e para prescrever tratamentos. O resultado foi anunciado durante a Oiweek, em São Paulo, evento de inovação aberto e divulgado aqui no blog.

Fundada em 2012 pelos biólogos John Katz e Alessandra Bizeray, a Scheme Lab desenvolve kits inovadores de diagnóstico molecular chamados de Point-of-care (PoC), que podem ser utilizados em qualquer estrutura laboratorial, em uso remoto ou industrial. Como reconhecimento pelo prêmio, os pesquisadores poderão escolher entre um período de incubação no JLABS, em Houston, ou um subsídio no valor de 25 mil dólares. Os JLABS são laboratórios de incubação da multinacional que promoveu o desafio, onde as empresas têm acesso aos mais modernos equipamentos, especialistas e investidores, tudo em um ambiente voltado à inovação nas áreas farmacêutica, de equipamentos médicos e produtos de consumo.

O desafio, cujo resultado foi anunciado ontem, reuniu startups com ideias inovadoras, tecnologias ou soluções nas áreas específicas de: dispositivos pessoais, ativos naturais e microbioma, oncologia, neurociências e doenças infecciosas.

Em 2017, o desafio teve como tema o “Envelhecimento da População”, e a vencedora também foi uma startup brasileira, a HooBox, que desenvolveu um software de reconhecimento facial que se utiliza de uma câmera 3D para mapear expressões faciais. O projeto vitorioso foi um kit que pode ser instalado em menos de 7 minutos em qualquer cadeira de rodas motorizada, usando as expressões faciais para movimentar a cadeira. Paulo Gurgel Pinheiro, CEO e cofundador da HooBox, já está no JLABS Houston, trabalhando no desenvolvimento da tecnologia e nos negócios da startup.

Fonte: G1

Comentários
Carregando...