fbpx

Saúde altera repasse do Farmácia Popular

21.131

Foi publicada, na edição de 28 de março do Diário Oficial da União, a Portaria 739/12 que altera os valores de referência dos medicamentos do Aqui Tem Farmácia Popular para o tratamento de hipertensão arterial, diabetes mellitus e asma. A medida vale para 22 medicamentos e entrará em vigor no dia 30 de abril, colocando em risco a continuidade do programa que, hoje, permite a 20 milhões de brasileiros acesso facilitado a tratamentos de saúde.

Em novembro de 2017, o governo havia sinalizado a intenção de acabar com o programa, chegando a fechar 400 lojas da rede própria. Entidades ligadas ao setor, como Abrafarma, Febrafar, GrupofarmaBrasil, Interfarma, Progenéricos e Sindusfarma, manifestaram preocupação com o destino do Aqui Tem Farmácia Popular. Elas ressaltam que os preços sugeridos pelo governo, que preveem redução de até 60%, não compensam os custos. As farmácias não conseguirão receber menos do que pagam para a indústria.

Atualmente, 28 mil farmácias particulares participam do programa, contribuindo para cobrir as lacunas da rede pública na distribuição de remédios em 5.600 municípios brasileiros. Hoje, as farmácias recebem um reembolso do governo a cada unidade de medicamento dispensada, com base na tabela de valores regulamentada na Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed). Porém, a redução do reembolso inviabiliza o acordo.

Confira aqui a lista de medicamentos que tiveram os repasses atualizados.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies