fbpx

Eurofarma cresce e mira liderança em prescrição

31.682

A Eurofarma encerrou o ano passado com uma receita bruta de R$ 3,7 bilhões, um crescimento de 11% em relação a 2016. O Ebtida aumentou 19% no mesmo período, sem dívidas e com crescimento médio anual de 17% nos últimos 15 anos. Os dados compõem o balanço financeiro de 2017.

O ano foi marcado pela obtenção da primeira nota de rating da indústria, um AA+. Também foi destaque a elevação de 22% na comercialização de genéricos, o que garantiu à indústria a vice-liderança nessa categoria.

Agora, a companhia almeja a liderança no segmento de prescrição médica, do qual já detém 5,2% de market share. A área registrou um incremento de 18% e representa 54,3% das vendas consolidadas. “Em 2018, inclusive, teremos a contratação de mais 400 propagandistas, chegando a uma força de vendas com mais de 3 mil profissionais”, ressalta o presidente Maurizio Billi. A iniciativa deverá consumir em torno de R$ 140 milhões.

Outra prioridade é ampliar os investimentos em P&D até o montante equivalente a 15% das vendas líquidas. Em 2017, esse percentual foi de 6%, o que correspondeu a R$ 179 milhões. Os recursos possibilitaram à empresa um recorde histórico de lançamentos, com 37 novos medicamentos no Brasil e 49 em outros países.

O Centro de Inovação em Itapevi (SP) também é um dos focos do projeto de expansão da Eurofarma. O complexo, que recebeu um aporte de R$ 198 milhões, será inaugurado no primeiro semestre de 2019 e abrigará 300 profissionais, entre pesquisadores e técnicos.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.