Notícias do setor farmacêutico

UGT oferece 1,8 mil vagas de emprego por mais sindicalização. Raia Drogasil participa.

534

Cleide Silva, O Estado de S.Paulo

12 Julho 2018 | 18h09

A União Geral dos Trabalhadores (UGT) promove, na próxima segunda-feira, 16, um “mutirão de emprego” na sede do Sindicato dos Comerciários, em São Paulo. Numa parceria inédita, segundo o presidente da entidade, Ricardo Patah, foi feita uma parceria com várias empresas que vão oferecer cerca de 1,8 mil vagas, entre as quais para vendedores e motoristas. São esperadas cerca de 5 mil pessoas ao evento.

emprego caged
A União Geral dos Trabalhadores (UGT) promove, na próxima segunda-feira, 16, um “mutirão de emprego”. Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Em troca, a entidade pretende sindicalizar a maioria dos trabalhadores que conseguir uma vaga e, com isso, obter recursos com mensalidades de associados para se manter após a reforma trabalhista, que acabou com a obrigatoriedade do imposto sindical.

“Essa é uma resposta à reestruturação que estamos fazendo para continuar com nosso trabalho sindical”, afirma Patah. Segundo ele, a sindicalização será voluntária, mas, ao chegar ao sindicato o interessado em uma vaga receberá folhetos, assistirá filmes e será abordado por sindicalistas em um trabalho de convencimento. “Vamos mostrar a estrutura que oferecemos, com médicos, dentistas, lazer”.

Patah informa que a iniciativa será levada aos mais de 1,3 mil sindicatos filiados à central.

O atendimento será feito por profissionais da área de Recursos Humanos nas empresas que participam do projeto e ocorrerá na própria sede do sindicato, ao lado da estação do metrô Anhangabaú, das 9h às 17h. Só o grupo Pão de Açúcar terá mil vagas a serem preenchidas.

Também estarão com oferta de empregos a Droga Raia/Drogasil (25 vagas), Supermercado Hirota (11), Telhanorte (360), Calçados Clovis (22), Carrefour (85), Include Quality (70 para jovens aprendizes), Supermercado da Praça (30), Santil (3), Makro Atacadista (20) e outras (200).

Há vagas para diversas cidades da Grande São Paulo – inclusive para pessoas com deficiência – vendedor, atendente, para auxiliar, assistente de RH, analista, motorista, cozinheiro, operador de caixa, repositor, estoquista, recepcionista, agente de fiscalização, balconista, entre outras.

Segundo Patah, a Prefeitura de São Paulo também terá no local um posto de atendimento para interessados em tirar a carteira de trabalho.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.