Notícias do setor farmacêutico

A nova Bahiafarma e a incorporação de tecnologia

416

A Bahiafarma, indústria farmacêutica pública, promove a reinserção da Bahia na produção de medicamentos. Num setor com um mercado altamente competitivo, a retomada dessa indústria acontece com o diferencial de produzir medicamentos para o SUS de todo o país, a partir da incorporação de tecnologia e inovação.

A nova Bahiafarma iniciou suas atividades industriais em 2014, após três anos trabalhando intensivamente para se tornar apta a receber a tecnologia de parceiros e a liberação de suas instalações pela Anvisa com o cumprimento de exigências sanitárias necessárias a esse tipo de atividade. A transferência de tecnologia se realiza de acordo com as etapas de fabrico de medicamentos e na medida em que processos são interiorizados e equipamentos adquiridos, observando-se normas técnicas para garantir um produto seguro e de qualidade.

No nicho da atividade industrial farmacêutica, uma indústria necessita de um período em torno de 10 anos para se desenvolver, abrindo caminho para se estabilizar. Graças à determinação da equipe de implantação, desde o final do ano passado, a Bahiafarma possui condições de fornecer ao Ministério da Saúde os medicamentos Cabergolina, para o tratamento de distúrbios do hormônio prolactina, e o Sevelâmer, que beneficia pessoas com insuficiência renal crônica. O Ministério da Saúde já aprovou a aquisição desses medicamentos da Bahiafarma e a compra está prevista para se iniciar até abril de 2015.

Essa estratégia de fornecimento de medicamentos sintéticos e biológicos de alto valor agregado, fruto de incorporação de tecnologia, contribui para que os usuários do SUS tenham acesso a medicamentos mais eficazes. Exemplificando com o medicamento Sevelâmer, em torno de 80% das pessoas com insuficiência renal crônica necessitam utilizá-lo e a sua aquisição custa em torno de R$ 1.800 por mês para essas pessoas.

A partir da produção em território brasileiro, esse medicamento será fornecido para o Ministério da Saúde pela metade do preço e disponibilizado gratuitamente. Essa estratégia de produção da Bahiafarma, embora não exclusiva, é uma alternativa eficaz economicamente, por investir em medicamentos que possuem a garantia de compra centralizada pelo Ministério da Saúde.

As parcerias existentes de produção de biológicos estão em sintonia com os eixos do Parque Tecnológico da Bahia, que define os biofármacos como uma das vertentes do seu desenvolvimento. A viabilização da planta industrial de biológicos, possivelmente a segunda de um produtor público no país, exige mobilização de recursos dos setores comprometidos com o desenvolvimento da Bahia.

O aval do governo estadual permitiu a inserção no Complexo Industrial da Saúde para o implemento das parcerias de desenvolvimento produtivo (PDP), coordenadas pelo Ministério da Saúde. Essas parcerias, que envolvem uma instituição pública e um produtor privado, possuem um marco regulatório que define a incorporação de tecnologia pelo ente público e a internalização da produção do componente estratégico do medicamento como condições definidoras da aprovação da parceria pelo Ministério da Saúde, permitindo a utilização do poder de compra do estado para o fortalecimento da indústria farmacêutica nacional pública e privada e a incorporação de tecnologia no país.

A importação de medicamentos, insumos e produtos para a saúde contribui com US$ 10,2 milhões para o déficit da balança comercial do Brasil. A redução desse déficit com a produção nacional permite que mais recursos sejam utilizados para ampliar o acesso a medicamentos e a atenção à saúde da população.

Fonte: A Tarde

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })