Notícias do setor farmacêutico

Anvisa aprova medicamento para Diabetes Tipo 2

1.380

Alternativa terapêutica para diabetes tipo 2 é aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Em testes que avaliaram sua segurança clínica, o Ozempic (semaglutida) apresentou eficácia na redução da hemoglobina glicada (HbA1c), do peso e das complicações cardiovasculares. O medicamento consiste em produto biológico com solução injetável e aplicação semanal.

Indicado para tratar adulto cujo diabetes esteja insuficientemente controlado, pertence aos agonistas do receptor do GLP-1, que contam com importantes benefícios à saúde do paciente, como adianta o Dr. Freddy Goldberg Eliaschewitz, Assessor Científico da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD). “Além de diminuir rapidamente a glicemia e a hemoglobina glicada, reduz pressão arterial, triglicérides e a perda de proteína pelo rim”.

Destaque na prevenção de cardiopatias

O especialista participou do ensaio duplo-cego de 104 semanas, o SUSTAIN 6, que randomizou 3.297 pessoas com diabetes tipo 2 e elevado risco cardiovascular, para avaliação da segurança do Ozempic. Dentre os resultados, destacam-se as reduções nas ocorrências de acidente vascular cerebral (AVC) e infarto do miocárdio (IAM), ambos não fatais: 39% e 26%, respectivamente.

“Analisando o estudo ao qual o Ozempic foi submetido, concluímos que ele, além de ser seguro, é benéfico ao paciente. Quem é tratado com essa droga tem uma redução de 26% na taxa de desfecho combinado por morte cardiovascular, IAM e AVC – atualmente, este representa a alternativa mais potente neste sentido dentro da classe dos agonistas do receptor de GLP-1”, atestou Eliaschewitz.

Membro do Departamento de Doenças Cardiovasculares da SBD, a Dra. Rosangela Réa participou como investigadora do ensaio e classificou o resultado como excelente. “O medicamento confirmou as reduções expressivas de hemoglobina glicada e peso já demonstrada em estudos anteriores, e no curto período de pouco mais de dois anos demonstrou benefício cardiovascular”, reforça.

Esse benefício é o principal destaque do Ozempic, sobretudo considerando que, de acordo com a International Diabetes Federation (IDF), idosos com diabetes tipo 2 têm risco de 3 a 4 vezes maior de morrer em decorrência de doenças cardiovasculares. Ainda, a American Diabetes Association estima que, na população entre 51 e 69 anos, o diabetes está ligado a 1/3 dos casos de AVC e 1/4 das doenças coronarianas.

Atenção à retinopatia

A Dra. Rosangela Réa comentou ainda que houve um desequilíbrio nos eventos de retinopatia diabética no SUSTAIN 6 em indivíduos que tinham história de retinopatia diabética, atribuída à rápida e importante melhora no controle do diabetes. “O SUSTAIN 6 trouxe novamente à baila a discussão sobre a redução rápida de hemoglobina glicada, a qual estaria potencialmente contraindicada em pacientes com esta condição pré-existente”.

A retinopatia é uma das complicações mais comuns, presente em mais de 90% das pessoas com diabetes tipo 1 e 60% daqueles com tipo 2, que tenham a doença há mais de 20 anos.

Fonte: SEGS

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })