fbpx

Perfumaria e cosméticos lideram vendas online pela primeira vez

1.538

No primeiro semestre de 2018, o setor de perfumaria e cosméticos encabeçou pela primeira vez o ranking de produtos mais pedidos do e-commerce, com 15% das vendas. A categoria ultrapassou moda e acessórios, ao apresentar um crescimento de 33% em pedidos e 45% em faturamento. As informações constam da 38ª edição do relatório Webshoppers, produzido pela Ebit|Nielsen.

“Os dados revelam que as farmácias, lojas e fabricantes de cosméticos estão fortalecendo seus canais online e o consumidor está lançando mão dessa opção de compras”, ressalta Pedro Guasti, consultor de negócios da Ebit|Nielsen. Segundo o executivo, o comércio eletrônico brasileiro faturou R$ 23,6 bilhões no primeiro semestre de 2018, uma alta de 12,1% em relação aos R$ 21 bilhões registrados no mesmo período do ano passado.

Seguindo essa base de comparação, o número de pedidos cresceu 8%, de 50,3 milhões para 54,4 milhões, enquanto o tíquete médio foi de R$ 433 – um avanço de 3,8%. No primeiro semestre de 2018, cerca de 27,4 milhões de consumidores fizeram pelo menos uma compra na internet, sendo que 32% das transações foram realizadas por meio de dispositivos móveis. “O crescimento do m-commerce é impulsionado por categorias de menor tíquete médio, como cosméticos e perfumaria”, explica Guasti.

A expectativa é que o comércio eletrônico feche 2018 com vendas de R$ 53,4 bilhões, 12% superior aos R$ 47,7 bilhões computados no ano passado. O número de pedidos deverá crescer 8%, atingindo a marca de 120 milhões, e o tíquete médio deve ter um incremento de 4% e chegar aos R$ 445.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies