Notícias do setor farmacêutico

Farmácias e drogarias são autorizadas a aplicar vacinas em SP

439

São Paulo – As farmácias e drogarias vão passar a integrar a rede de locais para vacinação na cidade de São Paulo. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, as unidades poderão ser cadastradas no Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde (CNES) para ter o licenciamento sanitário para realizar o serviço de imunização.

A capital já conta com a lei municipal nº 16.739/2017, que regulamenta a aplicação das vacinas nesses estabelecimentos. A pasta informou que houve uma mobilização da secretaria com o Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP) e da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) para viabilizar o cadastramento junto ao Ministério da Saúde.

“Hoje, há no município cerca de cinco mil estabelecimentos e a expectativa é de que aquelas farmácias e drogarias interessadas em realizar a atividade de vacinação possam ser licenciadas e iniciar brevemente o atendimento”, informa a secretaria.

O cadastro no CNES é fundamental para que esses estabelecimentos possam acessar o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI) e computar as doses aplicadas. “É importante ressaltar que se trata de uma opção para quem deseja se vacinar. O atendimento disponibilizado nestes locais é particular”, informa a pasta.

A análise e a concessão das licenças sanitárias para que o serviço seja realizado em farmácias e drogarias serão feitas pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa). Além do preenchimento de formulários e entrega de documentos, os estabelecimentos vão passar por inspeção sanitária.

Fonte: Portal Exame

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.