Notícias do setor farmacêutico

Pneumologista diz como amenizar sintomas de doenças respiratórias no Verão

758

Especialistas estimam que até o final do século 21, metade dos brasileiros deverão sofrer com diversos tipos de alergias e doenças respiratórias. Asma, bronquite, rinite e faringite são doenças populares no verão, mas, além delas, existem doenças comuns de inverno que também afetam a população na estação mais quente do ano.

Assim como no inverno, o verão provoca diversas doenças respiratórias, entre elas amigdalite, sinusite, pneumonia, gripe e resfriado. O pneumologista e médico cooperado à Unimed Blumenau, Ricardo Albaneze, explica sobre essas doenças e quais as formas corretas de evitá-las.

“No verão, as temperaturas costumam ser mais altas, o tempo seco e úmido ao mesmo tempo acarretam problemas nos pulmões e/ou nas vias respiratórias. Esse fator também pode provocar irritações no aparelho respiratório e até infecções nos pulmões, causando, assim, as conhecidas doenças respiratórias de verão”, ressalta Albaneze.

Amigdalite e Faringite

Ambas são conhecidas como inflamação na garganta. A amigdalite é o quadro inflamatório das amígdalas, gânglios localizados na parte superior da garganta que atuam como órgão de defesa, impedindo que micro-organismos invadam o corpo humano por meio da boca, nariz ou garganta. Já a faringite é a doença da faringe, região da garganta que fica entre o nariz e da laringe, onde estão localizadas as cordas vocais.

“Para evitar a amigdalite ou a faringite são necessários cuidados como: manter sempre a higienização das mãos, evitar ambientes fechados e com muitas pessoas, vacinar-se contra a gripe anualmente e manter o nariz sempre limpo com o uso de antialérgicos ou soros nasais. Vale ressaltar que é importante evitar a respiração pela boca na hora de troca de ambientes (ar frio para ar quente), não fumar e praticar regularmente exercícios físicos”, explica o pneumologista.

Sinusite

A sinusite é a inflamação da mucosa nas cavidades ósseas, localizadas ao redor do nariz e atrás da maçã do rosto, testa e olhos. A doença pode ser causada por vírus, bactérias, fungos, alergias ou processos irritativos. “Existem vários tipos de sinusite como a bacteriana aguda e crônica, ambas são inflamações nos seios nasais, porém, a sinusite crônica pode durar anos, ou, até mesmo, a vida toda, tendo melhora às vezes apenas com cirurgia”, completa o especialista.

De acordo com o pneumologista, é preciso ter alguns cuidados para evitar a doença, como, “locais fechados com pessoas fumantes e com grande número de pessoas, ácaros e poeira, devem ser evitados; conter ao máximo o contato das mãos ao nariz – as mãos geralmente estão infectadas por microorganismos causadores de infecção -; tomar a vacina da gripe e a vacina do pneumococo anualmente, quando solicitada pelo médico”.

Pneumonia

Conhecida como uma reação inflamatória do pulmão, a pneumonia é causada por vários micro-organismos, como, bactérias, vírus, fungos, substâncias inorgânicas e também, por reações alérgicas.

“É importante salientar que a gripe pode causar pneumonia e, por isso, precisa sempre ser tratada. A melhor maneira de evitar a pneumonia é através da vacinação. Evitar o contato com quem estiver gripado também é uma forma de precaver-se da doença, bem como, ter alimentação e hidratação adequadas, além de claro, praticar atividade física regularmente”, explica o Albaneze.

Gripes e resfriados

“A principal diferença entre a gripe e o resfriado são os sintomas, sempre acompanhados de febre. A gripe apresenta sintomas mais intensos e com maior duração, já o resfriado, as manifestações são mais leves e de curta duração”, ressalta o especialista.

“Pra evitar gripes e resfriados é aconselhável uma boa higiene nas mãos, nariz e boca. Manter-se longe de locais com grande acúmulo de pessoas, distanciar-se de lugares fechados e afastar-se de pessoas infectadas”, conclui o pneumologista.

Fonte: +Farol

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.