Autocuidado reduz custos com saúde em 68%

O uso de medicamentos isentos de prescrição (MIP ou OTC, na sigla em inglês) poderia reduzir em 68% os gastos públicos no Brasil, considerando-se atendimento na rede pública a pacientes com quatro doenças comuns, porém de grande impacto, segundo estudo realizado pela Indústria Latino-americana de Cuidado Responsável (Ilar), que reúne entidades setoriais e indústrias farmacêuticas com atuação na América Latina. 

Fonte: Valor Online

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar