Infarmed alerta que produto para tratar disfunção erétil é “medicamento ilegal”

“O produto Japan Tengsu, comprimido” é “um medicamento ilegal, por não dispor de autorização de introdução no mercado em Portugal e conter substâncias ativas que apenas podem ser utilizadas em medicamentos”, afirma o Infarmed num comunicado publicado no seu site.

Segundo a autoridade do medicamento, este produto foi detetado na alfândega, no âmbito do protocolo de colaboração entre o Infarmed e a Autoridade Tributária e Aduaneira, destinado ao combate à falsificação de medicamentos.

“O produto tem, provavelmente, origem em vendas através da Internet, não tendo sido detetado no circuito legal de venda de medicamentos (por exemplo, farmácias)”, sublinha no comunicado.

Fechar

Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Depois de ter analisado o produto laboratorialmente, o Infarmed verificou que este produto contém a substância ativa sildenafil, que se destina à melhoria do desempenho sexual.

“Atendendo a que não está garantida a qualidade, segurança e eficácia deste produto, a sua utilização é proibida em Portugal”, sublinha.

O Infarmed avisa as entidades que dispõem deste produto de que não o podem vender, dispensar ou administrar, devendo comunicar de imediato com a autoridade do medicamente.

Também os utentes que disponham deste produto não o devem utilizar, devendo entregar as embalagens em causa na farmácia para posterior destruição, através da Valormed.

Fonte: DN Ciência 

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies