Notícias do setor farmacêutico

Medicamentos deverão ter reajuste de 4,46%

3.966

Segundo cálculo da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma), o reajuste anual no preço dos medicamentos deverá ser fixado em 4,46%, passando a vigorar a partir de abril. A estimativa é feita com base no Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com a entidade, este ano o índice sofreu uma forte influência das oscilações do câmbio.

O reajuste autorizado pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) diz respeito ao preço máximo que pode ser praticado para um determinado remédio. A fórmula considera fatores como inflação, produtividade da indústria, concorrência de diferentes classes terapêuticas e impacto da energia elétrica.

Mesmo assim, o reajuste não corrige a inflação. Entre 2005 e 2018, os medicamentos sofreram 86,99% de correção, enquanto a inflação do período foi de 118,84%, uma diferença de 31,85%. Se a estimativa for confirmada, o índice continuará acima de 31 pontos percentuais.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })