Setor de medicamentos aprofunda discussões sobre logística reversa

Indústrias, distribuidoras e varejistas ligados à cadeia dos medicamentos estão se organizando para discutir cronogramas e procedimentos para viabilizar a implantação da logística reversa na área. O sistema permitirá ao consumidor entregar embalagens e medicamentos vencidos para descarte adequado. Atualmente em fase de consulta pública, o sistema começará a ser implantado assim que for publicado o decreto do governo ou o termo de cooperação entre todos os elos da cadeia de medicamentos for assinado com o poder público.

De volta. Como parte desse processo, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, tem recebido representantes do setor, como as lideranças da Associação dos Laboratórios Farmacêuticos Nacionais (Alanac), que apoia a política. O setor acredita que serão necessários mais de R$ 300 milhões por ano, pulverizados entre todos os elos da cadeia, para seu funcionamento.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies