Lote de vacinas é descartado após armazenamento incorreto

Amostra de vacinas examinada foi descartada, após armazenamento não adequado em Santa Cruz do Sul. Caso é investigado — Foto: Reprodução/RBS TV

Amostra de vacinas examinada foi descartada, após armazenamento não adequado em Santa Cruz do Sul. Caso é investigado — Foto: Reprodução/RBS TV

Um lote com 544 doses de vacinas, avaliadas em mais de R$ 16 mil, foi descartado em Santa Cruz do Sul, na Região do Vale do Rio Pardo, após a constatação de que tinha sidoarmazenado em uma temperatura não adequada.

A situação foi descoberta no último dia 18, e motivou a abertura de uma investigação da Polícia. As vacinas seriam distribuídas aos postos da cidade.

O laudo técnico, que analisou amostras de mais de 11 mil vacinas, foi encaminhado ao município pela Secretaria Estadual da Saúde. A variação na temperatura variação pode comprometer a segurança e eficácia do produto. As demais unidades, porém, poderão ser usadas.

Segundo a prefeitura, um disjuntor da Vigilância Sanitária, que fica junto ao contador de luz, próximo à calçada, foi desligado propositalmente. Com isso, o equipamento passou a operar com baterias. A prefeitura registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil para apurar quem desligou o disjuntor.

Faltam vacinas na cidade como a VIP, Pneumo10, Penta e Rotavírus.

DESLIGAMENTO DO DISJUNTOR DA VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE SANTA CRUZ DO SUL, NA SEMANA PASSADA./ A PREFEITURA ACREDITA QUE A AÇÃO TENHA SIDO CRIMINOSA./ A CIDADE REGISTRA FALTA DE ALGUMAS VACINAS./ A EXPECTATIVA É DE QUE O ESTOQUE SEJA NORMALIZADO NA PRÓXIMA SEMANA./ O CASO ESTÁ SENDO INVESTIGADO PELA POLÍCIA CIVIL//

Fonte: G1

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies