Multilog amplia área climatizada para recebimento de produtos fármacos

Otimista com a economia brasileira, o ano de 2019 será de investimento para a Multilog. Considerado um dos maiores players logísticos do país, ampliará atuação com foco no setor de saúde. Ainda neste semestre, a empresa prevê um aumento de 3 mil metros quadrados das áreas climatizadas para recebimento de produtos farmacêuticos nas unidades de Campinas (SP) e Barueri (SP). Os locais serão estruturados com área exclusiva no setor e personalizada de acordo com as necessidades dos solicitantes. “Com a cada vez mais constante evolução nos processos regulatórios para as cargas de anuência Anvisa, estar preparado com infraestrutura de alto nível e conhecimento no modelo de operação certamente é o nosso diferencial”, afirma o gerente de Desenvolvimento de Negócios do Sudeste, Herbert Zacatei.

Com 65 mil metros quadrados no total, o CLIA Multilog Campinas conta com 1,5 mil metros quadrados com foco no segmento, dividido em 890 posições verticalizadas e 128 metros quadrados de área blocada, com temperaturas de 15º a 25°. “As áreas possuem estrutura referência mundial e com as adequações tornamos possível o armazenamento de produtos como medicamentos, reagentes, correlatos, e equipamentos médicos”, explica o presidente da empresa, Djalma Vilela.

Seguindo o modelo, o Porto Seco de Barueri também passa a contar com infraestrutura focada no segmento healthcare. O local passará a contar com 1.580 metros quadrados de área climatizada, sendo mais de 1,4 mil posições verticalizadas disponíveis nas temperaturas entre 15º e 25º. Já a câmara fria, com temperaturas entre 2º e 8º, terá um total de 200 metros quadrados com 192 posições verticalizadas. “Com essa estrutura será admissível armazenar medicamentos, equipamentos para hospitais, insumos, entre outros”, acrescenta Vilela.

Toda ampliação segue os padrões certificados de maneira nacional e internacional no setor. A Multilog conta com know-how da sua matriz em Itajaí (SC), que há mais de 10 anos oferece serviços na área de saúde que são referência em âmbito mundial.

Fonte: Tem Notícia

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies