Setor de suplementos estima crescer 11% em 2019

Setor de suplementos:  A Associação Brasileira dos Fabricantes de Suplementos Nutricionais e Alimentos para Fins Especiais (Brasnutri) projeta um crescimento acima de 11% para 2019. Em 2018, os associados tiveram somados um faturamento de R$ 2 bilhões, 8,5% a mais do que no ano anterior. A entidade reúne 13 fabricantes de suplementos.

De acordo com o presidente Synésio Batista da Costa, o mercado nacional conta hoje com mais de 8 mil pontos de venda de produtos que incluem desde o whey protein às barras de chocolate sem açúcar e com adição de proteína. “O segmento farmacêutico representa o terceiro maior canal de vendas das empresas associadas, principalmente na área de produtos manipulados”, afirma. Atualmente, o país conta com 35 fabricantes de suplementos e 95% da produção provém de companhias afiliadas à entidade.

Synésio Batista da Costa

Para 2019, as perspectivas para o setor de suplementos são otimistas, em função do marco regulatório aprovado pela Anvisa em julho do ano passado. “A normativa possibilitou que pudéssemos ampliar a lista de ingredientes autorizados na fabricação dos suplementos e aumentar nossa capacidade de produção”, explica Costa. Apesar disso, o executivo ressalta que ainda há muitas questões a serem desentravadas na Anvisa.  “É um absurdo, por exemplo, que até hoje não temos a aprovação da produção de melatonina no Brasil”, destaca.

Setor de Suplementos

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Veja também:

Setor de suplementos alimentares vai ter regulamentação da Anvisa

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies