Notícias do setor farmacêutico

Faturamento do e-commerce no Dia do Consumidor deve crescer 18%

292

As promoções referentes ao Dia do Consumidor Brasil devem gerar faturamento de R$258 milhões no e-commerce em 2019, alta de 18% em comparação com os R$229 milhões reportados na data no ano passado, aponta a Ebit|Nielsen. O número de pedidos deve subir de 521.322 mil para 536.382 mil, alta de 2,9%, enquanto o tíquete médio deve crescer 14,5%, de R$420 para R$481.

A data de descontos, que neste ano será celebrada no e-commerce em 13 de março (sempre na quarta-feira da semana de 15 de março, o dia original), foi criada em 2014 e chega a sua sexta edição consecutiva. “O objetivo do Dia do Consumidor é aquecer as vendas em um dos meses de menor faturamento do ano, impulsionando o desempenho do setor no primeiro trimestre, que historicamente é o menos importante para o e-commerce”, explicou Ana Szasz, head da Ebit|Nielsen.

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/03/10/coronavirus-para-isolamento-domiciliar-funcionar-e-preciso-seguir-regras/

A estratégia deu certo e, graças às promoções, o e-commerce vende, em média, duas vezes mais na data, na comparação com uma quarta-feira comum. Em termos de faturamento médio diário, o Dia do Consumidor Brasil só perde para a Black Friday, principal período para o comércio eletrônico. “É uma época que está crescendo e se consolidando no calendário anual do varejo. A cada ano, expande o número de lojistas participantes e de ofertas. Isso chama a atenção do consumidor, uma vez que ele ganha outra oportunidade de comprar mais pagando menos. E, do outro lado, o lojista consegue alavancar as vendas em um mês que anteriormente era frio”, explicou.

Dados da Ebit|Nielsen apontam que categorias tradicionais, como Eletrônicos, Eletrodomésticos, Moda & Acessórios, Casa & Decoração e Cosméticos & Perfumaria devem ser as mais buscadas pelo consumidor. Entretanto – assim como na Black Friday – categorias menos tradicionais, como, por exemplo, Alimentos & Bebidas, Pet Shop, Papelaria e Turismo também têm espaço para faturar mais.

O progresso de importantes datas, como o Dia do Consumidor, deverá ser um dos principais fatores a impulsionar o desenvolvimento do e-commerce em 2019. A Ebit estima crescimento de 15% para o e-commerce em 2019 com vendas totais de R$61,2 bilhões. Os pedidos devem ser 12% maiores, chegando a 137 milhões, e o tíquete médio deve ser de R$447, aumento de 3%.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Fonte: Portal Varejista

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.