Combinação de medicamentos pode elevar expectativa de combate ao câncer, segundo estudos

Os especialistas apresentam as principais novidades e tendências para os tumores de próstata, rim, bexiga e testículos no 10º Congresso Internacional de Uro-Oncologia

 

Estudos científicos indicam que a combinação de medicamentos pode aumentar a expectativa de combate ao câncer. A estratégia envolve drogas que agem de maneiras diferentes nos tumores, principalmente os ligados à urologia. O Brasil registra cerca de 90 mil novos casos do tipo a cada ano.

Os especialistas projetam que as ocorrências de câncer de próstata e bexiga vão dobrar até 2040.

Ao participar de um Congresso Internacional sobre o tema, o oncologista Fernando Maluf, consultor da Jovem Pan, exaltou os avanços: “nós discutimos a conjunção de várias imunoterapias feitas ao mesmo tempo ou imunoterapia feita com outra droga que vai atacar o tumor de modo distinto com a maior eficácia”.

Maluf ainda ressaltou as técnicas minimamente invasivas como avanços no combate ao câncer. O consultor da Jovem Pan também citou o papel da genética para conseguir rastrear casos em pacientes e em familiares.

O coordenador do Departamento de Oncologia da Sociedade Brasileira de Urologia, Wilson Busato destacou a importância do trabalho multidisciplinar no tratamento da doença: “já existe rede de atendimento oncológico no Brasil, o que precisa é que cada serviço exerça papel multidisciplinar”.

Os especialistas apresentam as principais novidades e tendências para os tumores de próstata, rim, bexiga e testículos no 10º Congresso Internacional de Uro-Oncologia que vai até sábado (06), em São Paulo.

Fonte: Brazil News

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar