Notícias do setor farmacêutico

Prati-Donaduzzi está entre as empresas mais inovadoras do Sul

709

Aconteceu ontem (16) no Parque Tecnológico da Unisinos, em São Leopoldo (RS), a cerimônia de premiação da 15ª edição do concurso Campeãs da Inovação da Região Sul.

Na pesquisa, a Prati-Donaduzzi, maior produtora de doses de medicamentos genéricos do Brasil*, foi classificada como “líder no setor Química” e figura na 9ª posição no ranking geral.

O concurso premia as 50 empresas mais inovadoras, juntamente com as líderes por dimensões, as campeãs setoriais, além dos destaques nas categorias Ensino & Pesquisa, Estatais e Filantrópicas e Micro e Pequenas Empresas.

Os questionários da pesquisa foram processados na central do IXL-Center, nos Estados Unidos. Cerca de 400 companhias tiveram acesso ao teste que deu origem a uma lista das 50 empresas mais inovadoras do Sul.

Segundo Eder Fernando Maffissoni, Diretor-Presidente da Prati-Donaduzzi, o reconhecimento é fruto dos esforços e investimentos da empresa realizados nos últimos anos.

“Ficamos lisonjeados com o reconhecimento, pois ele ressalta nossa estratégia de crescimento e melhoria contínua dos processos, principalmente na ampliação do portfólio de produtos, investimentos destinados para a área de Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação e abertura de novos mercados”, afirma o executivo.

 

Projetos inovadores

Em busca de inovação e de novas oportunidades de mercado, a Prati-Donaduzzi investiu para estruturar uma unidade de produção de Insumos Farmacêuticos Ativos (IFA’s) em Toledo, Oeste do Paraná. A estreia da indústria paranaense no mercado de IFA’s será com um produto pioneiro no mundo, o Canabidiol sintético.

O produto tem como principal vantagem seu alto grau de pureza, excluindo a presença do tetrahidrocanabidiol (THC), uma substância psicoativa que causa dependência química.

Simultaneamente, a Prati está em fase final dos testes do Myalo®, medicamento à base de canabidiol – este produzido a partir do extrato purificado da planta, indicado para controle de crises de epilepsia refratária (grau mais crítico da doença, cuja incidência é maior em crianças). A pesquisa está sendo produzida em parceria com o Hospital das Clínicas da USP, campus de Ribeirão Preto.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/11/18/esta-brasileira-e-uma-das-50-mais-influentes-do-mercado-de-cannabis/

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })