Fortaleza agora possui um cruzamento com farmácias nas 4 esquinas

Bem, é quase isso. O cruzamento da avenida Santos Dumont com a rua Idelfonso Albano conta com quatro farmácias, uma em cada ponta. Uma das esquinas, porém, é ocupada por loja de cosméticos, que se vê cercada de farmácias

farmácias
Cruzamento na Aldeota agora está rodeado de farmácias (FOTO: Tribuna do Ceará)

O boom de farmácias em Fortaleza nos últimos meses já deu o que falar. A molecagem cearense fez disso uma piada, inclusive. A partir de agora, porém, a concorrência no setor de remédios atingiu um outro patamar: pela primeira vez a Capital tem um cruzamento em que as quatro esquinas contam com uma farmácia.

Bem, é quase isso. O cruzamento da avenida Santos Dumont com a rua Idelfonso Albano, na Aldeota, conta com quatro farmácias, uma em cada ponta. Só não é exatamente uma farmácia em cada esquina porque uma delas está ocupada por uma loja de cosméticos. Mas, do lado dela, está outra farmácia.

Quais são elas

Com cerca de 20 farmácias no Ceará, a Economia Farma é uma das unidades localizadas no cruzamento. De acordo com o balconista Wellington Rubens, a concorrência gera uma rotina curiosa. “A gente passa o dia informando valores. Muitos veem com o papelzinho, informando o nome de cada farmácia”, relata.

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/04/03/farmacias-do-ceara-vao-elevar-precos-dos-remedios-em-ate-15-dias/

Essa característica é recorrente em todas. “Na primeira vez eles veem para consultar, depois voltam e perguntam se a gente faz a cobertura do preço. Eles vão nas outras esquinas e a maioria volta aqui, mais de uma vez, fazendo pesquisa”, conta o farmacêutico Jader de Castro, da unidade da Drogasil, uma das 24 da rede em Fortaleza. https://www.drogasil.com.br/

A proximidade das unidades parece não afetar as vendas. De acordo com a farmacêutica Fernanda Vale, da Farmácia do Trabalhador Brasileiro, se o cliente não encontrar o produto em uma unidade, ele tem a praticidade de somente atravessar a rua. “O cliente faz seu orçamento e, não tendo aqui, ele tem várias opções, vai em todas e acaba escolhendo o melhor preço. No final, a gente sempre ganha em vendas”, garante. A proximidade, dessa forma, também é bem vista pelos vendedores. “O cliente não que ficar rodando a cidade para poder achar o remédio”, aponta Wellington Rubens, da Economia Farma.

Já a Pague Menos, que tem no cruzamento uma de suas 124 unidades de Fortaleza, se diferencia da concorrência no cruzamento com um drive thru. Um investimento de olho em quem está com pressa. Ninguém na farmácia quis conversar com a reportagem do Tribuna do Ceará.

Para o motorista José Aldacir, a presença próxima de quatro farmácias ajuda na hora de fazer a compra. “Quando não tem em uma, tem na outra. É muito melhor um quarteirão com as quatro farmácias”, comemora.

Medo de virar farmácia

Se, em tom de brincadeira, as pessoas em Fortaleza falam sobre o medo de parar em pé numa esquina e virar uma farmácia, imagina quem está cercado por quatro farmácias. É o caso de uma loja da Cosbel, rede de cosméticos, que ocupa uma esquina diante de três esquinas com farmácias, e tendo uma outra farmácia do outro lado. Farmácias hoje em dia também vendem produtos cosméticos, mas isso não afeta as vendas da loja de cosméticos, diz a vendedora Zeneide Duarte.

“Eu sei que eles também têm, mas aqui a variedade é maior, principalmente em termos de linha capilar”, arma. Assim como nas farmácias, os clientes vão até a loja de cosméticos para pedir descontos. “Eles chegam aqui e dizem: ‘Na farmácia, está mais barato’, aí tentamos dar uma equilibrada nos preços”, conta. Segundo a vendedora, não há possibilidade de mudança no segmento comercial do imóvel. “Por enquanto, não vai virar farmácia”. Como diria a molecagem cearense, a questão é: “por quanto tempo”.

Fonte: Jornal Tribuna do Ceará

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação