Walgreens treina farmacêuticos em prol da saúde mental

Um bom exemplo do que o varejo brasileiro pode fazer em prol de seus pacientes. Para marcar o Mês da Saúde Mental nos Estados Unidos, a Walgreens deu início a um programa de treinamentos para farmacêuticos da rede com foco em primeiros-socorros nessa área, em parceria com o Conselho Nacional de Saúde Comportamental e com a Associação Americana de Farmacêuticos. A iniciativa contempla inicialmente 300 profissionais, mas posteriormente, o conteúdo estará disponível a farmacêuticos de todo o mundo, que terão a oportunidade de obter créditos para cursos de educação continuada. Com essas capacitações, a Walgreens espera contribuir para o combate ao abuso e à utilização indevida de opioides, um dos principais fatores de risco para o surgimento de problemas mentais. “Os treinamentos apresentam os sinais de alerta para identificar esses males e detectar casos de dependência, além de discutir estratégias para auxiliar alguém em situações de crise”, informa Alex Gourlay, co-diretor de operações da Walgreens Boots Alliance. Estima-se que mais de 8 milhões de adultos convivam com a dependência dessas substâncias nos Estados Unidos. “Boa parte desses pacientes precisará recorrer, em algum momento, ao pronto-atendimento em farmácias e drogarias, o que amplia a relevância desses espaços”, observa Betsy Schwartz, vice-presidente de educação pública e iniciativas estratégicas do Conselho Nacional de Saúde Suplementar.

Um bom exemplo do que o varejo brasileiro pode fazer em prol de seus pacientes. Para marcar o Mês da Saúde Mental nos Estados Unidos, a Walgreens deu início a um programa de treinamentos para farmacêuticos da rede com foco em primeiros-socorros nessa área, em parceria com o Conselho Nacional de Saúde Comportamental e com a Associação Americana de Farmacêuticos.

A iniciativa contempla inicialmente 300 profissionais, mas posteriormente, o conteúdo estará disponível a farmacêuticos de todo o mundo, que terão a oportunidade de obter créditos para cursos de educação continuada. Com essas capacitações, a Walgreens espera contribuir para o combate ao abuso e à utilização indevida de opioides, um dos principais fatores de risco para o surgimento de problemas mentais.

“Os treinamentos apresentam os sinais de alerta para identificar esses males e detectar casos de dependência, além de discutir estratégias para auxiliar alguém em situações de crise”, informa Alex Gourlay, co-diretor de operações da Walgreens Boots Alliance.

Estima-se que mais de 8 milhões de adultos convivam com a dependência dessas substâncias nos Estados Unidos. “Boa parte desses pacientes precisará recorrer, em algum momento, ao pronto-atendimento em farmácias e drogarias, o que amplia a relevância desses espaços”, observa Betsy Schwartz, vice-presidente de educação pública e iniciativas estratégicas do Conselho Nacional de Saúde Suplementar.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Veja também:

4 Comentários
  1. JC diz

    Há uma informação de fonte segura que está Rede Americana está em tratativas com a Compra de uma Rede de Farmácias com sede no Rio Grande do Sul, muito Famosa,,esperem!!! Abraço [email protected] aos amigos e amigas!!

    1. Liz Liane Miorin Machline diz

      JC quero saber.
      Aguardo, Att,
      Liz
      [email protected]

  2. Julio diz

    JC, também americana, a CVS está saindo fora do Brasil deixando a sociedade da Pague Menos. Será que isso procede?

    1. Panorama Farmacêutico diz

      Olá Julio,
      A CVS está saindo do Brasil após a venda da rede Onofre para a RD – Gente, Saúde e Bem-Estar (RaiaDrogasil S/A)

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar