Notícias do setor farmacêutico

Pesquisa aponta como melhorar a experiência do consumidor

642

A interação direta das marcas com seus consumidor es e as experiências que esse contato lhes proporcionam são o melhor caminho para vencer a competição das empresas no mercado. Esse é o foco da sétima edição no Brasil da pesquisa Global Consumer Insights (GCIS), produzida anualmente pela consultoria PwC. O estudo de 2019 ouviu mais de 21 000 consumidor es – sendo 1 000 brasileiros – para entender as mudanças nos hábitos de consumo em mais de 27 países. https://www.pwc.com.br/

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/05/10/brasileiros-descobrem-como-reabilitar-rins-apos-inflamacao-para-transplante/

Segundo Ricardo Neves, sócio e líder de varejo e consumo da PwC Brasil, a experiência do cliente na hora da compra vem ganhando importância há alguns anos e, agora, obteve uma relevância impossível de ser ignorada. “Com as respostas dos entrevistados, percebemos que a experiência é realmente fundamental e não se dá apenas por meio da tecnologia, mas é percebida como um todo e, em especial, pelo que é chamado de Frictionless Customer Experience (experiência de consumo sem atrito, em inglês), que nada mais é do que a facilidade encontrada na sua jornada de compras. E isso pode, sim, determinar qual empresa ganha e qual perde”, explica.

Na linguagem dos negócios, a chave para o sucesso é criar uma métrica que avalie o Retorno sobre a Experiência (ROX), aliado ao já tradicional Retorno sobre Investimentos (ROI). “Hoje, antes de fazer um investimento, o empresário tem que pensar se essa mudança fará diferença na experiência do consumidor, e não priorizar apenas o retorno financeiro. O impacto tem que ser sentido no fluxo de caixa, mas, mais importante ainda, na satisfação de quem vai comprar.”

Outros apontamentos que chamam a atenção são a maior frequência dos consumidor es brasileiros a visitas diárias às lojas físicas, ao mesmo tempo que há uma expressiva ascensão do uso do smartphone como canal de compra, e a crescente preocupação socioambiental, que, no Brasil, ainda está abaixo da média global, mas apresentando grandes chances de subir nos próximos anos, como efeito da nova geração consumidor a.

Fonte: Exame

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.