STF retira da pauta descriminalização do aborto para grávidas com vírus da zika

STF retira da pauta descriminalização do aborto para grávidas com vírus da zika
Brasil registra 2.975 casos suspeitos de microcefalia relacionados ao zika | Edmar Melo / Agência O Globo

O Supremo Tribunal Federal (STF) retirou de sua pauta o julgamento da descriminalização do aborto para os casos de grávidas infectadas pelo vírus da zika. O tema, que seria votado no dia 22 deste mês, não tem data para voltar a ser debatido na corte.

A decisão foi apoiada pela maioria dos ministros. A avaliação é que com o avanço de pautas conversadoras na opinião pública esse não seria o melhor momento para o Supremo exercer seu papel Iluminista. Tal postura se refere a decisões que, apesar de serem contra o que grande parte da população quer, são consideradas importantes para o avanço da sociedade.

Em 2015, o ministério da Saúde

STF retira da pauta descriminalização do aborto para grávidas com vírus da zika

Fonte: O Globo

Veja também:

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies