Ultrapar tem queda em resultado operacional no 1º tri, mas lucro cresce

A Ultrapar teve queda no desempenho operacional no primeiro trimestre, mas o lucro disparou devido à fraca base de comparação e a melhores resultados financeiros.

Foto: Reuters

O conglomerado, que reúne negócios nas área de distribuição de combustíveis, rede de drogarias, de químicos e gás, informou nesta quarta-feira que teve lucro líquido de 251 milhões de reais entre janeiro e março, um salto de 245% ante mesma etapa do ano passado, quando a companhia teve que pagar uma multa devido à não aprovação da compra da Liquigás.

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/05/08/estudo-contraindica-uso-de-aspirina-em-tratamento-de-alguns-problemas-cardiacos/

O resultado da companhia medido pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) foi de 698 milhões de reais, 37% maior no comparativo anual, devido ao mesmo efeito.

Excluindo o efeito extraordinário, o Ebitda ajustado diminuiu 12%, reflexo de menores resultados das unidades Ipiranga, Oxiteno, Ultragaz e Extrafarma.

Siga o nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/?hl=pt-br

A receita líquida da Ultrapar somou 20,74 bilhões de reais no trimestre, estável sobre mesma etapa de 2018. A receita da rede de postos Ipiranga teve queda de 1%, pressionada por queda no preço do etanol, compensando o aumento nos preços de derivados de petróleo.

A última linha do resultado foi beneficiada por uma melhora do resultado financeiro líquido, que ficou positiva em 21 milhões de reais ante resultado negativo de 107 milhões no mesmo período do ano passado.

Fonte: Terra

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies