RIOgaleão Cargo premia vencedores do Programa de Eficiência Logística

O RIOgaleão Cargo realizou a terceira edição da premiação do Programa de Eficiência Logística (PEL), que tem como objetivo destacar as empresas com melhor atuação e desempenho no Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional Tom Jobim. O evento aconteceu no Museu do Amanhã, na Zona Portuária do Rio de Janeiro. A apresentação ficou a cargo do jornalista Alex Escobar e contou com a presença do presidente do RIOgaleão, Luiz Rocha; do vice-presidente do RIOgaleão, Alexandre Monteiro; do diretor do RIOgaleão Cargo e anfitrião do evento, Patrick Fehring; do secretário de Estado de Transportes do Rio de Janeiro, Delmo Pinho; do diretor de Relações Institucionais da Firjan, Marcio Fortes; da delegada da Alfândega no RIOgaleão, Joana Lages; do chefe da Anvisa no RIOgaleão, Norberto Campos, da presidente do Sindaerj (Sindicato dos Despachantes Aduaneiros do Rio de Janeiro), Celia Gomes, entre outras autoridades.

Durante a cerimônia, foram premiados os importadores mais eficientes de 2018, em 11 categorias: Automotivo/Transporte Rodoviário; Têxtil/Moda; Tecnologia; Linha Azul; Químicos; Metal Mecânico Farmacêutico; Equipamentos e Instrumentos Médicos; Transporte Aéreo, Petróleo e Gás/Indústria Naval; e Diversos. Também foram celebrados os destaques de seis categorias: Importador e Exportador de maior crescimento; Agente de Cargas; Despachante; Transportador Rodoviário e Companhia Aérea mais eficiente.

“A premiação é uma forma de agregar valor ao cliente e desenvolver a cadeia logística do estado do Rio de Janeiro. Juntos, estamos conseguindo reduzir, ano a ano, o tempo médio de liberação de cargas, o que significa economia de tempo e de recursos financeiros. O prêmio do Programa de Eficiência Logística se junta a outras iniciativas que desenvolvemos, com o objetivo de estabelecer o RIOgaleão como a porta de entrada de cargas mais eficiente do País. Esses avanços são fruto do esforço coletivo da toda a cadeia logística”, afirmou Patrick Fehring.

Nesta edição, o RIOgaleão também homenageou o Grupo GPS e a Tri-Star, dois parceiros que desempenham atividades de segurança e controle dentro do Terminal de Cargas. Esta parceria contribuiu para que o RIOgaleão Cargo conquistasse, em janeiro deste ano, a certificação OEA (Operador Econômico Autorizado), na modalidade segurança, concedida pela Receita Federal do Brasil (RFB). Com essa conquista, o terminal de cargas do Aeroporto Internacional Tom Jobim passou a ser o único entre aeroportos brasileiros a contar com o reconhecimento, o que reforça sua importância como elo da cadeia logística, legitimando o baixo grau de risco em suas operações de comércio exterior, em termos de segurança. Além disso, o RIOgaleão Cargo passa a ser um parceiro estratégico da Receita Federal do Brasil, proporcionando maior previsibilidade no fluxo do mercado internacional e consequente impulsão em investimentos na economia brasileira.

Outra homenageada da noite foi a empresa BRINKS, por sua operação de destaque em cuidados especiais no transporte de cargas de valor elevado. A homenagem destacou a criatividade e a complexidade nas soluções propostas pela companhia, reforçando e garantindo uma cadeia logística segura.

Encerrando a premiação, como forma de agradecimento e reconhecimento dos parceiros do aeroporto, o RIOgaleão Cargo sorteou uma viagem com acompanhante para assistir ao Airshow de Farnborough, na Grã-Bretanha. Importante evento internacional da indústria aeroespacial e de defesa, o show aéreo conta com exibições diárias de voos de aeronaves comerciais, militares e históricas, para potenciais clientes e investidores e público em geral.

Destaques de 2018

Encerrado em dezembro de 2018, o terceiro ano do Programa de Eficiência Logística RIOgaleão Cargo contou com a participação de diferentes representantes do mercado de importação e exportação, e suas respectivas cadeias logísticas, que atuam no terminal de cargas do RIOgaleão. Os vencedores foram definidos a partir da avaliação de rankings mensais de desempenho, apurados de janeiro a dezembro do ano passado. O índice levou em conta o monitoramento do tempo de permanência da carga, desde a chegada ao terminal até a entrega ao representante.

Neste último ano, houve novidades nos acompanhamentos e pontuação, como a padronização de no mínimo cinco embarques/mês por participante, em todos os segmentos. Essa padronização aumentou 32% em média o total de concorrentes, com destaque para o crescimento nos segmentos Farmacêutico (+43%), Instrumentos e Equipamentos Médicos (+53%), Transporte Aéreo (+38%) e Petróleo e Gás (+48%).

Além do aumento da abrangência do programa, o ano de 2018 marcou a redução de 26% do tempo médio de permanência de cargas em canal verde, para 54:09. No segmento automotivo, foi registrado benchmark de apenas 7:42, 17% menor do que o tempo mínimo registrado em 2017 neste mesmo setor. Outro destaque de 2018 foi a forte adesão da cadeia logística, com aumentos de participantes nas classificações Agente de carga, Despachante e Transportador Rodoviário.

Novidades em 2019

Com o objetivo de incentivar ainda mais a busca por eficiência e a participação de importadores e prestadores de serviços do TECA, a RIOgalçeão Cargo fez algumas mudanças no PEL, resultando nas seguintes categorias a ser premiadas em 2019: Automotivo / Metal Mecânico; Diversos; Equipamentos e Instrumentos Médicos; Farmacêutico; Linha Azul; Transporte Naval; Petróleo e Gás – Operações; Petróleo e Gás – Serviços; Químicos; Tecnologia; Têxtil / Moda; Transporte Aéreo / Transporte Terrestre. Serão mantidos os seis destaques premiados em 2018: Melhor Importador; Melhor Exportador; Melhor Agente de Cargas; Melhor Despachante; e Melhor Transportador Rodoviário.

Fonte: LogWEB

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies