Sindicato reafirma falta de medicamentos em PS de Cuiabá

Profissionais que atuam na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá continuam afirmando que faltam medicamentos e insumos básicos para funcionamento da unidade hospitalar. Nesta quinta-feira (6), eles disseram que a foram entregues medicamentos que faltavam, mas não em sua totalidade.

Pronto-Socorro de Cuiabá, PS, pronto socorro

Gazeta Digital

“Dizer que vai abrir sindicância para apurar a conduta dos profissionais que denunciaram o caso é tipifica coação. E estamos preparados para rebater a Prefeitura. Afinal, eles tentaram desqualificar os argumentos dos trabalhadores com um recibo de entrega datado de 05 de maio, ontem. Ou seja, do dia seguinte ao Comunicado Interno feito pelos trabalhadores, que é do dia 04. Na verdade, eles resistem em admitir que a denúncia surtiu efeito. E vamos seguir denunciando”, afirmou o diretor de Comunicação do Sindicato, Adeildo Lucena, do Sindicato dos Médicos.

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, a afirmação é infundada e uma sindicância será instaurada para apurar as falsas denúncias.

Comunicado Interno (CI) assinado por médicos e enfermeiros da UTI Pediátrica apontou que ainda faltam albumina para tratamento de queimados, glicose 50, scalp 23, Bicarbonato de sódio ampola, soro fisiológico 0,9% de 100 ml, papel toalha e sabão.

Sindicato pontuou, ainda, que a falta de materiais para higienização aumenta o risco de infecção hospitalar e evidencia a falta de gestão dos suprimentos.

“Acontece que quando morre um paciente por falta de insumos ou medicamentos, os familiares acabam atribuindo a responsabilidade, muitas vezes, ao profissional, e não o gestor. O que nós queremos é o mínimo de condições para poder seguir trabalhando”, observou Lucena.

Fonte: Portal R7

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/05/08/falta-de-remedios-no-sus-ameaca-2-milhoes-de-pacientes/

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies