Notícias do setor farmacêutico

IPC-Fipe tem alta marginal de 0,01%

282

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, teve alta marginal de 0,01% na primeira quadrissemana de junho, revertendo a leve queda de 0,02% observada no fechamento de maio, segundo dados publicados hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Sia nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/?hl=pt-br

Na leitura inicial de junho, três dos sete componentes do IPC-Fipe subiram com mais força do que no mês passado. Foi o caso de Habitação (de 0,07% em maio para 0,21% na primeira quadrissemana), de Despesas Pessoais (de 0,84% para 1,15%) e de Educação (de 0,04% para 0,05%).

Por outro lado, os demais itens avançaram de forma mais contida ou ampliaram deflação: Alimentação (de -1,05% para -1,10%), Transportes (de 0,55% para 0,28%), Saúde (de 0,25% para 0,20%) e Vestuário (de 0,13% para 0,04%).

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/05/30/ibovespa-fecha-em-leve-alta-e-dolar-cai-abaixo-de-r-4/

Veja abaixo como ficaram os componentes do IPC-Fipe na primeira quadrissemana de junho:

– Habitação: 0,21%

– Alimentação: -1,10%

– Transportes: 0,28%

– Despesas Pessoais: 1,15%

– Saúde: 0,20%

– Vestuário: 0,04%

– Educação: 0,05%

– Índice Geral: 0,01%

Fonte: IstoÉ

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })