Notícias do setor farmacêutico

Após ganhos recentes, bolsas asiáticas fecham em baixa de olho em EUA-China

400

As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta quarta-feira, após os mercados acionários de Nova York interromperem ontem uma sequência recente de valorização em meio à disputa comercial entre Estados Unidos e China.

Ontem, o presidente dos EUA, Donald Trump, voltou a defender o uso de tarifas como parte de sua estratégia comercial e disse que não avançará nas negociações com a China a menos que Pequim ceda em quatro ou cinco “grandes pontos” que ele não especificou. O governo chinês, por sua vez, prometeu uma “dura resposta” se Washington insistir em intensificar as tensões comerciais.

Há expectativas de que Trump e o presidente da China, Xi Jinping, se encontrem às margens da reunião de cúpula de líderes do G20 prevista para o fim deste mês, em Osaka, no Japão. A presença de Xi no evento, porém, ainda não foi confirmada.

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/06/07/conselho-da-brasil-pharma-aprova-pedido-de-falencia/

Depois de avançarem nos dois pregões anteriores, os mercados chineses migraram para o vermelho hoje. O Xangai Composto caiu 0,56%, a 2.909,38 pontos, e o menos líquido Shenzhen Composto, formado por empresas menores, recuou 0,64%, a 1.528,40 pontos.

A queda também veio na esteira dos últimos dados de inflação da China. A taxa anual de inflação ao consumidor do gigante asiático acelerou de 2,5% em abril para 2,7% em maio, como previam analistas, atingindo o maior nível em 15 meses.

A desvalorização mais acentuada, porém, foi do Hang Seng, que caiu 1,73% em Hong Kong, a 27.308,46 pontos, em meio a violentos protestos locais contra um polêmico projeto de lei que propõe a extradição de supostos criminosos para julgamento na China continental.

Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei caiu 0,35% em Tóquio, a 21.129,72 pontos, após subir nas três sessões anteriores, e o sul-coreano Kospi recuou 0,14% em Seul, a 2.108,75 pontos, depois de quatro pregões de ganhos, mas o Taiex registrou alta marginal de 0,01% em Taiwan, a 10.615,66 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana terminou o dia em ligeira baixa, após atingir o maior nível em 11 anos e meio ontem. O S&P/ASX 200 caiu 0,04% em Sydney, a 6.543,70 pontos, diante do fraco desempenho de ações financeiras e da área de saúde. Com informações da Dow Jones Newswires.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Fonte: IstoÉ

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })