Notícias do setor farmacêutico

Farmácias movimentam R$ 16,6 bilhões entre janeiro e abril

821

As 25 redes afiliadas à Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) movimentaram R$ 16,6 bilhões entre janeiro e abril deste ano, crescimento de 8,89% em relação ao mesmo período de 2018, de acordo com dados compilados pela Fundação Instituto de Administração da Universidade de São Paulo (FIA-USP).

Apesar de representarem pouco menos de 10% das 78 mil farmácias do país, as associadas detêm um market share de 42% do faturamento do setor. Os remédios isentos de prescrição médica (MIPs/OTCs) lideraram as vendas e foram os principais responsáveis pelo resultado, faturando R$2,7 bilhões no primeiro quadrimestre de 2019, aumento de 17,76% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/?hl=pt-br

O comércio geral de medicamentos movimentou R$ 11,19 bilhões, índice 8,10% superior ao dos quatro primeiros meses de 2018. Já o segmento de genéricos arrecadou R$ 1,86 bilhão, um avanço de 5,46%. Ao todo, foram comercializadas mais de 852 milhões de unidades de produtos.

Depois de dois anos, a comercialização dos não medicamentos voltou a crescer acima dos dois dígitos. Os itens de higiene, cosméticos, perfumaria e conveniência aumentaram em 10,55%, totalizando R$ 5,42 bilhões.

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/05/27/brasileiro-compra-mais-remedios-e-menos-livros-os-dois-lados-do-varejo/

Para o CEO da Abrafarma, Sergio Mena Barreto, essa retomada é explicada, parcialmente, pela demanda por crédito do consumidor – que avançou 7,2% no período, segundo dados da BoaVista –, pela capilaridade e pelo poder de barganha com a indústria. “Além disso, os preços dos não medicamentos não sofrem interferência ou controle do governo”, acrescenta. O executivo ainda ressaltou que, mesmo com margens de lucro menores que os medicamentos, esse segmento contribuiu para valorizar a experiência de compra no ponto de venda e para fidelizar os clientes.

O número de lojas na associação também aumentou 6,65%, passando de 7.246 para 7.728 unidades. Já o número de contratações subiu 4,58% – de 124.726 para 130.448 funcionários e colaboradores, sendo mais de 24 mil desses farmacêuticos.

Fonte: Super Varejo

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.
document.querySelectorAll('.youtube a').forEach(e=>{e.href = "https://youtube.com/user/partnersupport" })