"
"

Tratamentos faciais veganos e naturais unem beleza e cuidado com o planeta

iStockCosméticos de origem natural, sem corantes ou perfumes artificiais, e voltados para celíacos, veganos e gestantes começam a aparecer com mais frequência em spas, clínicas de estética e prateleiras de perfumarias. Essa tendência acompanha um pedido do público por alternativas menos agressivas para o corpo e o planeta.

“A pele é o nosso maior órgão, então é importante saber a toxicidade dos produtos que depositamos nela. Além disso, tais cosméticos acabam parando em lençóis hídricos, quando retirados, poluindo nossa água. A educação é muito importante para reverter esse cenário”, opina a engenheira química Sonia Corazza, especializada em cosmetologia.

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/05/24/protex-cria-linha-de-cuidados-essenciais-para-o-rosto/

Limpar, tonificar e hidratar são consolidadas ações diárias dentro da rotina de quem busca uma cútis equilibrada. Além desses passos, uma limpeza de pele profissional, mais profunda, é indicada periodicamente. Para rosto oleoso ou misto, ela deve acontecer a cada 30 dias. Para normal ou seco, a cada 60. Essa higienização é necessária, principalmente, por causa da poluição do ar presente até mesmo em cidades do interior. “A poluição libera metais tóxicos e pesados que estimulam a formação de radicais livres, responsáveis pela destruição de colágeno e, consequentemente, envelhecimento da pele”, explica o farmacêutico Lucas Portilho, consultor e pesquisador em cosmetologia.

Unindo os benefícios da limpeza de pele profissional ao foco na origem dos produtos que surge a Green Face. O protocolo com passo a passo de extração de cravos, limpeza e aplicação de substâncias vegetais e orgânicas tem a promessa de equilibrar a área do rosto e pescoço sem contraindicações.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Os óleos mais usados durante o processo são o de copaíba, castanha, lavanda e rosas. Porém, a escolha está atrelada ao tipo de pele e aos resultados esperados. “Aposto nos ativos orgânicos e naturais por serem amigos do nosso planeta, compatíveis com a nossa pele e não prejudiciais à saúde. A copaíba, por exemplo, é indicada para uma pele com acne e inflamações, pois garante controle de oleosidade. Já o óleo de rosas é usado em uma pele mais desidratada e desvitalizada, pois ela precisa de um cuidado mais profundo, que garanta hidratação maior”, explica a esteticista Suellen Campanhola.

Ela, que é a idealizadora da técnica, explica por que se preocupa com a escolha de ativos: “Os que mais evito são parabenos, corantes sintéticos, triclosan e propilenoglicol. O parabeno tem a função de impedir a proliferação de bactérias e está presente em cosméticos do dia a dia, como em sabonetes corporais. Quando essa substância é absorvida pelo organismo, age de forma parecida com o hormônio estrogênio e pode aumentar o risco do desenvolvimento de câncer de mama. Os corantes sintéticos também estão muito presentes nos cosméticos. Eles são cancerígenos e, a curto prazo, também provocam irritações na pele. Já o triclosan é uma substância bastante usada como agente antibacteriano. Só que ela pode intervir nas funções dos hormônios reprodutivos, causar irritações na pele e até mesmo provocar resistência à antibióticos”.

Outra manobra atrelada à técnica, a finalizando, é a massagem revigorante com pedras vulcânicas. Ela é realizada com as rochas em temperatura ambiente, para relaxar toda a região da face, pescoço, colo e ombros. Os principais benefícios das pedras vulcânicas são alívio de dores, combate ao estresse e à insônia e o auxílio na eliminação das toxinas do corpo.

Produtos 100% veganos

Na linha das poucas contraindicações, o spa paulistano Kurma também lança um protocolo de limpeza e hidratação, o Eco Beauty. Os produtos utilizados na técnica são 100% veganos, livres de conservantes, corantes e fragrâncias, o que diminui as chances de alergias. Eles, inclusive, podem ser usados por gestantes, celíacos, intolerantes à lactose, diabéticos e pacientes em tratamentos oncológicos.

O passo inicial da técnica é uma esfoliação feita com peeling de cristal ou produto com esferas naturais, dependendo da análise da esteticista. Com ela, sujeiras e células mortas são eliminadas. Logo após, drenagem facial e aplicação de máscara nutritiva com cristais de oliva, argilas e aminoácidos. Ela age como dermocosmético purificante e tonificante. Para finalizar, aplicação de um elixir cutâneo e bálsamo intensivo, ambos atuando para melhorar a imunidade da pele. “A drenagem facial age para aumentar o poder de absorção dos ativos”, explica a esteticista Sueli Szterling.

É importante ressaltar que algumas pessoas com sensibilidade ao glúten podem desenvolver dermatite herpetiforme. Essa doença provoca bolhas em cotovelos, joelhos, coxas, nádegas e no tronco. Tais estruturas provocam coceira e feridas que só são interrompidas com uma dieta “gluten free”. Em alguns casos, cosméticos que contêm aveia ou trigo estão associados à crise, então também são contraindicados. Não é todo celíaco, porém, que tem esse tipo de dermatite. O melhor, então, é passar por um dermatologista para investigar o quadro.

Green Face

O que é? Limpeza de pele que usa apenas óleos orgânicos.
Resultados esperados: Pele mais limpa e hidratada, já que os ativos usados devolvem água e vitaminas para a área.
Duração: 1h30.
Quantidade de sessões: Única.
Contraindicação: Não há.
Manutenção: A cada 30 dias (para pele mista ou oleosa) e a cada 60 dias (para pele normal ou seca).
Valor da sessão: R$ 350.

Eco Beauty

O que é? Protocolo facial que envolve peeling de diamante, drenagem e hidratação com produtos que podem ser usados por celíacos, veganos e pessoas em tratamentos médicos.
Resultados esperados: Pele do rosto mais limpa, com tom mais homogêneo e aspecto descansado.
Duração: Uma hora.
Quantidade de sessões: A indicação, para protocolo inicial, é de quatro sessões com intervalo de sete dias.
Contraindicação: Não há.
Manutenção: Após quatro sessões, fazer a cada 30 dias.
Valor da sessão: R$ 198.

Fonte: UOL

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar

Política de privacidade e cookies