Extrafarma revê estratégia com redução de novas lojas

Extrafarma revê estratégia com redução de novas lojas

O Grupo Ultra, proprietário da Extrafarma, promoveu uma série de mudanças com o objetivo de retomar rota histórica de crescimento. Como parte dessa meta, a rede varejista passou por uma revisão de estratégia, com a redução do ritmo de abertura de lojas. A empresa também adotou a bandeira da seletividade, o que inclui avaliar com mais rigor o retorno de suas unidades.

 

De 2014 a 2017, a Extrafarma saltou três posições em faturamento no ranking da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma). Porém, desde então ficou estagnada na sexta colocação. Comprada há cinco anos pelo Ultra, a rede conta com mais de 430 pontos de venda em 12 estados. No entanto, vem registrado resultados operacionais negativos nos últimos anos, atribuídos aos gastos elevados com novas unidades, atualização de sistemas de tecnologia e centros de distribuição.

 

Em entrevista ao Valor Econômico, o presidente do grupo, Frederico Curado, ressaltou que o foco atual da Extrafarma está no adensamento das praças onde a drogaria está presente, e na preparação da empresa para a próxima rodada de consolidação de ativos desse segmento.

 

“Vai haver um ciclo de consolidação pela frente e a Extrafarma está se preparando para isso”, afirmou. O país tem 80 mil farmácias e menos de 10% respondem por 45% das vendas totais. Há muito espaço para aquisições de negócios, e até fusões”, finaliza.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/06/14/rede-soma-drogarias-cresce-acima-da-media-de-mercado-em-2018/

1 comentário
  1. Osvaldo Praxedes diz

    Gostei da reportagem.Parabens.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar