Brasil segue em crescimento no setor de saúde e beleza

Desafiando a crise e a recente queda no PIB brasileiro, o mercado de Saúde e Beleza no Brasil cresceu em 2018 e segue em ritmo acelerado em 2019. De 2014 a 2019, o mercado de beleza brasileiro saltou mais de 10 milhões de dólares segundo a Statista, agência provedora de dados de mercado. Foi o segundo maior crescimento, atrás apenas da China (20 milhões).  

O país ocupa a quarta posição no gasto com esse tipo de produto no mercado mundial, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, China e Japão. “Esse setor brasileiro, que inclui Saúde, Beleza e Bem-Estar, representa 6,2% do consumo mundial de produtos para essa finalidade, mas analisando apenas o consumo de produtos específicos como cosméticos masculinos, perfumes e desodorantes, o Brasil ocupa a segunda posição no ranking mundial, e tem a terceira posição no consumo de protetor solar e produtos infantis.

Dessa forma, apesar dos recentes problemas econômicos, o Brasil reforça sua importante participação nesse tipo de consumo”, comenta Lucas Portilho, diretor científico do Congresso Internacional de Tendências de Beleza Consulfarma, evento que está na sua 14º edição e é responsável pelo lançamento de diversas tendências em nutri e dermocosméticos. 

Lucas, que é farmacêutico e pesquisador em Cosmetologia, destaca que um dos motivos para a posição brasileira no mercado mundial está relacionado com o constante investimento em inovação da indústria brasileira de saúde e beleza. “O Brasil é o terceiro mercado global em lançamentos de produtos por ano nesse setor, segundo a Mintel”, afirma Lucas. “Podemos afirmar com convicção que a quarta posição no mercado mundial deve-se à utilização de tecnologia de ponta e o consequente aumento da produtividade, somado com os lançamentos constantes de produtos atendendo cada vez mais às necessidades do mercado brasileiro”, acrescenta. “Aliado a isso, os produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos são entendidos como essenciais para os consumidores, que analisam o bem-estar como uma consequência da sensação de higiene e beleza. Além disso, outro fator é o aumento da expectativa de vida que trouxe, juntamente com a influência midiática, a necessidade de conservar uma impressão de juventude”, afirma. “Surgem a todo momento novidades contra as rugas, flacidez e todo tipo de cuidado com a pele”, argumenta.

O Congresso Internacional de Tendências de Beleza Consulfarma é reconhecido no setor por trazer novidades e tendências, com lançamentos do setor magistral que influenciam as indústrias cosméticas. “Antes de um cosmético chegar às prateleiras, ele passa pelo setor magistral, que consegue produzi-lo com até dois anos de antecedência, porque a base de qualquer produto é o princípio ativo, que chega na farmácia de manipulação antes de ir para a indústria”, explica Lucas. 

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/05/17/industria-de-higiene-pessoal-perfumaria-e-cosmeticos-tem-alta-de-43-na-geracao-de-empregos/

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar