Planos de saúde: Hapvida compra 75% da RN Saúde por R$ 53 milhões

Planos de saúde

O grupo de planos de saúde Hapvida informou ao mercado na noite de quinta-feira (18) que comprou 75% das quotas de capital da RN Saúde, com sede em Uberaba (MG), ao preço de R$ 53 milhões.

“O preço de aquisição será pago à vista, em dinheiro, descontados o endividamento líquido apurado na data de fechamento da operação e um montante a ser retido a fim de cobrir eventuais contingências”, informa o documento arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/05/30/senado-derruba-proposta-que-permitia-indicacao-politica-em-estatais/

A RN Saúde tem cerca de 50 mil vidas em sua carteria e receita líquida de R$ 123 milhões no exercício 2018.

A concretização do negócio ainda está sujeita à aprovação da Agência Nacional de SaúdeSuplementar (ANS) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), além da aprovação em assembleia de acionistas.

Segue a íntegra do comunicado ao mercado:

“Fortaleza (CE), 18 de julho de 2019 – A HAPVIDA PARTICIPAÇÕES E INVESTIMENTOS S.A. (B3: HAPV3 – Companhia) vem, em cumprimento ao disposto no artigo 157, § 4.º, da Lei n.º 6.404/ 1976 e na Instrução CVM n.º 358/ 2002, comunicar aos seus acionistas e ao mercado em geral que, na data de hoje, celebrou acordo para aquisição de 75% das quotas representativas do capital social da RN Metropolitan Ltda. (“RN Saúde” e “Operação”, respectivamente). A Operação será realizada por meio da Hapvida Assistência Médica Ltda., sociedade de capital fechado controlada pela Companhia. Simultaneamente ao fechamento da Operação, entrará em vigor um acordo de quotistas com o quotista remanescente da RN Saúde.

A RN Saúde tem sede na cidade de Uberaba, Estado de Minas Gerais, atuando no setor de saúdesuplementar na região do Triângulo Mineiro, possuindo cerca de 50.000 vidas, cuja receita líquida foi de aproximadamente R$ 123 milhões relativa ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2018. O preço da referida aquisição foi fixado em R$ 53 milhões.

A aquisição trará sinergias operacionais que serão aproveitadas pela Companhia, além de corroborar com a sua estratégia de expansão geográfica, por meio da utilização de plataforma de crescimento na região do Triângulo Mineiro, uma região com cerca de 620 mil beneficiários de planos de saúde privado e cerca de 2,4 milhões habitantes, em linha com a consolidação da abrangência nacional da Companhia.

O preço de aquisição será pago à vista, em dinheiro, descontados (i) o endividamento líquido apurado na data de fechamento da Operação; e (ii) um montante a ser retido a fim de cobrir eventuais contingências.

O efetivo fechamento da Operação está ainda sujeito à aprovação da Agência Nacional de SaúdeSuplementar (ANS) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), além da aprovação em sede de assembleia geral de acionistas da companhia, a qual será oportunamente convocada para tal.”

Adicionalmente, a Companhia esclarece que a Operação não gera direito de recesso aos seus acionistas, uma vez que foi realizada por sua subsidiária operacional, qual seja a Hapvida Assistência Médica Ltda., sociedade de capital fechado.

A Companhia manterá o mercado e seus acionistas informados sobre quaisquer atualizações relevantes relativas aos assuntos aqui descritos.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Fonte: Valor Online

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação