Notícias do setor farmacêutico

Robô reduz 70% do estoque de medicamentos e evita vencimentos em CDs

1.692

medicamentos

Parceria entre Invent e BD viabiliza implementação do Rowa no Brasil; máquina otimiza movimentação de remédios e zera probabilidade de perdas e furtos

Administrar corretamente a movimentação e armazenamento de medicamentos, seja em centros de distribuição, farmácias ou hospitais, é um desafio que exige alta precisão logística. Com o objetivo de otimizar e aumentar a exatidão desses processos, a Invent (www.invent.eng.br) fechou uma parceria com a empresa de tecnologia médica global BD (www.bd.com.br), para trazer as soluções Rowa de automação para o Brasil. O Robô reduz em até 70% o espaço de estoque e praticamente anula riscos de vencimento e perda de produtos.

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/07/16/na-contramao-do-mundo-brasil-tem-decada-de-aumento-de-aids/

A solução automatiza diversos procedimentos, sobretudo para itens que exigem controle ou têm alto valor agregado. “O Rowa cobre três etapas logísticas para a administração dos medicamentos: input, estoque e output em um único sistema, ou seja, entrada, armazenamento e saída de produtos. Essa gestão de ponta a ponta proporciona maior segurança na administração dos medicamentos, em que o robô ‘aprende’ com a dinâmica específica de cada CD por meio de inteligência artificial e zera a possibilidade de erro”, esclarece Claudia Sia, líder da plataforma pela BD na América Latina.

O controle rigoroso com a data de expiração dos insumos, inerente a essa área, também é beneficiado com o Rowa, uma vez que monitora a data de validade por lote com maior precisão e impede que sejam esquecidos. “Além de otimizar a movimentação, controle e armazenamento de remédios, a solução tira essa responsabilidade dos funcionários, evitando movimentos físicos operacionais e permitindo a locação dessas pessoas em outras funções”, diz Claudia.

A BD tem mais de 8 mil robôs em operação em 44 países ao redor do mundo. A chegada ao Brasil foi viabilizada por meio de uma parceria com a Invent, especializada na otimização de processos intralogísticos. “Nós realizamos a implementação da tecnologia junto aos sistemas de automação dos centros de distribuição, que pode ser feita de maneira geral ou segmentada. É possível, por exemplo, utilizá-la para produtos de médio e baixo giro e, para os demais, outros softwares de gestão”, afirma Augusto Ghiraldello, diretor comercial da empresa.

O primeiro Rowa implementado no Brasil foi adquirido pelo Grupo Maxifarma, um dos mais inovadores centros de distribuição de materiais hospitalares e laboratórios, em 2016. Até o final do ano, a expectativa é contar com cerca de 11 robôs na América Latina.

Fonte: Revista Mundo Logística

Você pode gostar também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

Perdeu sua senha? Digite seu nome de usuário ou endereço de email. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.