Homens dão adeus aos velhos hábitos e apostam em tratamentos estéticos

O Brasil tornou-se o segundo maior mercado de cosméticos masculinos do mundo. E esse cuidado com a beleza pode ser visto também em outras áreas, como os cuidados com a alimentação, prática de exercícios físicos e também busca por correções estéticas, seja com cirurgias plásticas ou com procedimentos menos invasivos.

O preconceito e alguns estereótipos vem diminuindo com o passar dos anos. Hoje, o mercado de cirurgias plásticas já conta com 30% do seu público sendo homem. De acordo com um levantamento feito pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), em cinco anos, a busca de homens por procedimentos cirúrgicos quadruplicou no Brasil, passando de 72 mil para 276 mil ao ano, uma média de 31,5 procedimentos por hora.

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2019/06/19/6-tipos-de-mulher-correm-mais-risco-de-ter-uma-gravidez-fora-do-utero/

Para o cirurgião plástico Fabrício Regiani esses dados e percepções mostram que os procedimentos estéticos estão começando a ser vistos pelos homens como um caminho para o bem-estar e melhora da autoestima. “As mulheres já haviam percebido isso, mas agora temos uma mudança de comportamento masculina também. Do ponto de vista cirúrgico, as cirurgias para homens exigem técnicas específicas e eles costumam apresentar um perfil mais decidido, com queixas muito objetivas”, comenta.

Por diversos motivos, muitas pessoas optam por procedimentos estéticos menos invasivos, que dispensam internação e, em alguns casos, até mesmo anestesia. E os homens também tem aderido a esta tendência. De acordo com o cirurgião plástico Fabrício Regiani a procura maior por estes tratamentos já pode ser percebida nas clínicas.

Confira os procedimentos estéticos mais procurados entre os homens de acordo com a idade:
10 a 20 anos: otoplastia (correção das orelhas em abano)
20 a 30 anos: ginecomastia (cirurgia para correção das mamas masculinas), rinoplastia (plástica no nariz) e otoplastia
30 a 40 anos: lipoaspiração, lipoescultura e implantes capilares
40 a 50 anos: implantes capilares
50 a 60 anos: blefaroplastia (cirurgia nas pálpebras)
60 anos ou mais: ritidoplastia (lifting facial ou tratamento cirúrgico das rugas do rosto)

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

Fonte: ESHoje

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação