Pontos enxugados da MP da Liberdade Econômica podem voltar por projeto de lei

Enquanto aguardava a votação da medida provisória da Liberdade Econômica, na noite desta terça (13), o secretário de Desburocratização, Paulo Uebel, planejava alternativas para resgatar os aspectos que foram enxugados do texto. “Embora alguns pontos positivos talvez tenham que ser retirados do texto final, que estavam no relatório do deputado Jerônimo Goergen, entendemos que faz parte do processo, e esses pontos podem eventualmente ser abordados no futuro em projeto de lei”, disse.

Calendário Um

dos pontos mais controversos, o do repouso semanal remunerado aos domingos, foi alvo de queda de braço entre representantes de sindicatos e associações de empregadores ao longo da tarde desta terça.

Calendário 2

Na proposta do relator, isso só precisaria acontecer em um domingo a cada sete semanas. O governo, agora, reduziu esse tempo para um domingo a cada quatro semanas.

Telefone sem fio

Goergen justifica a mudança por um erro de comunicação. “Na verdade, o governo é que tinha colocado a redação do sete sem me avisar. Aí errou na comunicação”, disse o deputado.

Fonte: Folha de S. Paulo

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação